Blog do Rafael Reis

Arquivo : jonas

Italiano faz 4 gols no 1º jogo do ano e tira artilharia da Europa de Cavani
Comentários Comente

Rafael Reis

O ano começou com tudo para Ciro Immobile. Pela primeira vez na carreira, o centroavante italiano da Lazio marcou quatro gols em uma mesma partida. Resultado: assumiu a liderança da Chuteira de Ouro.

Com as quatro bolas empurradas para dentro das redes do Spal, no último sábado, o atacante chegou a 20 gols no Campeonato Italiano e 40 pontos na classificação dos principais artilheiros do futebol europeu na temporada.

O “pôquer” (quatro gols em um jogo) fez Immobile deixar para trás o uruguaio Edinson Cavani, do Paris Saint-Germain, que tem 38 pontos (19 gols) e até então liderava o ranking do prêmio concedido pela união de vários veículos da imprensa europeia.

Além da liderança de Immobile, as últimas semanas de 2017 e a primeira deste ano provocaram outras alterações na parte de cima da classificação da Chuteira de Ouro.

O inglês Harry Kane e o egípcio Mohamed Salah, artilheiro e vice do Campeonato Inglês, respectivamente, foram os jogadores que mais subiram.

O camisa 10 do Tottenham marcou seis vezes na Premier League desde 23 de dezembro e saltou para o terceiro lugar, com 36 pontos (18 gols). Já o egípcio do Liverpool aparece dois pontos atrás, na quinta colocação.

Outra novidade no ranking é a presença de um brasileiro no top 10. Artilheiro do Campeonato Português, o veterano Jonas, 33, do Benfica, divide agora o nono lugar com o espanhol Igor Angulo, que atua no futebol polonês.

A última vitória brasileira na Chuteira de Ouro foi alcançada por Jardel, então jogador do Sporting, em 2001/12. O atual vencedor do prêmio é Lionel Messi, do Barcelona, que nesta temporada ocupa a sexta colocação, com oito pontos a menos que Cavani.

Neymar, o jogador mais caro da história do futebol e a principal estrela do PSG e da seleção brasileira na atualidade, ocupa a 25ª posição no ranking, com 22 pontos (11 gols). Cristiano Ronaldo, o atual melhor do mundo e camisa 7 do Real Madrid, não aparece nem entre os 250 jogadores mais bem classificados.

O “Blog do Rafael Reis” publica a cada terça-feira uma nova parcial do prêmio.

Confira o top 10 da Chuteira de Ouro

1º – Ciro Immobile (ITA, Lazio) – 40 pontos (20 gols)
2º – Edinson Cavani (URU, Paris Saint-Germain) – 38 pontos (19 gols)
3º – Mauro Icardi (ARG, Inter de Milão) – 36 pontos (18 gols)
Harry Kane (ING, Tottenham) – 36 pontos (18 gols)
5º – Mohamed Salah (EGI, Liverpool) – 34 pontos (17 gols)
6º – Lionel Messi (ARG, Barcelona) – 32 pontos (16 gols)
7º – Radamel Falcao García (COL, Monaco) – 30 pontos (15 gols)
Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique) – 30 pontos (15 gols)
9º – Jonas (BRA, Benfica) – 28,5 pontos (19 gols)
Igor Angulo (ESP, Gornik Zabrze) –  28,5 pontos (19 gols)


Mais de Cidadãos do Mundo

7 garotos para você ficar de olho no futebol mundial em 2018
5 técnicos gringos que podem pintar no futebol brasileiro durante 2018
Revelação alemã precisa de autorização dos pais para jogar futebol à noite
Zagueiro mais caro do mundo não leva cartão há um ano e é novato em seleção


Mudança na regra impede Jonas de ser vice-líder da Chuteira de Ouro
Comentários Comente

Rafael Reis

O futebol brasileiro não tem nenhum representante entre os dez primeiros colocados do ranking da Chuteira de Ouro. Mas isso só porque o prêmio concedido ao goleador máximo dos campeonatos nacionais da Europa mudou de regra na atual temporada.

As reclassificações na pontuação de dois campeonatos, Português e Francês, tiraram do brasileiro Jonas a possibilidade de estar no pódio da lista dos artilheiros do continente em 2017/18.

Artilheiro da primeira divisão portuguesa, com 15 gols, o camisa 10 do Benfica soma 22,5 pontos na Chuteira de Ouro e ocupa apenas a 13ª colocação no ranking. Pelas regras válidas até a temporada passada, ele teria 30 pontos e seria o vice-líder.

Isso porque os veículos de imprensa que organizam a premiação decidiram inverter o peso dos gols marcados nas primeiras divisões de Portugal e França. Até a edição anterior, cada bola na rede em Portugal valia 2 pontos e as na França, 1,5 ponto. Agora, o que vale é o contrário.

Com a antiga pontuação, o uruguaio Edinson Cavani, companheiro de Neymar no Paris Saint-Germain, não seria o líder do prêmio. O centroavante tem 17 gols na Ligue 1 e 34 pontos na classificação dos artilheiros.

Se as regras ainda continuassem as mesmas, Cavani teria 25,5 pontos e nem aparecia no top 10.

Na dinâmica antiga, o líder da Chuteira de Ouro seria Mauro Icardi, da Inter de Milão, que soma 32 pontos e é hoje a maior ameaça ao uruguaio do PSG. O argentino seria seguido de perto por Ciro Immobile (Lazio) e por Jonas, que dividiriam o segundo lugar.

O atual vencedor da Chuteira de Ouro é Messi, que somou 74 pontos (37 gols) na última temporada. O argentino divide com Cristiano Ronaldo (Real Madrid) o posto de maior vencedor do prêmio. Cada um deles já levou quatro troféus para casa.

O “Blog do Rafael Reis” publica a cada terça-feira uma nova parcial do prêmio.

Confira o top 10 da Chuteira de Ouro

1º – Edinson Cavani (URU, Paris Saint-Germain) – 34 pontos (17 gols)
2º – Mauro Icardi (ARG, Inter de Milão) – 32 pontos (16 gols)
3º – Ciro Immobile (ITA, Lazio) – 30 pontos (15 gols)
4º – Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique) – 28 pontos (14 gols)
5º – Igor Angulo (ESP, Gornik Zabrze) –  27 pontos (18 gols)
Rauno Sappinen (EST, Flora) – 27 pontos (27 gols)
Albert Prosa (EST, Tallinn) – 27 pontos (27 gols)
Mikhail Gordeichuk (BLR, BATE Borisov) – 27 pontos (18 gols)
9º – Radamel Falcao García (COL, Monaco) – 26 pontos (13 gols)
Lionel Messi (ARG, Barcelona) – 26 pontos (13 gols)


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– De pai para filho: como família alagoana virou sucesso em rival do Brasil
– Adversária na Copa,  Sérvia já entrou em briga com o Brasil por zagueiro
– Rival na Copa, suíço tem DNA carioca, chorou pelo Brasil e é louco pelo Fla
– 
Neymar incorpora espírito “showman” e dribla 74% mais no PSG


Artilheiro em Portugal, Jonas supera até Neymar e iguala recorde de Eusébio
Comentários Comente

Rafael Reis

Neymar, Gabriel Jesus, Firmino? Nada disso, o brasileiro mais bem classificado na atual edição da Chuteira de Ouro não é nenhum dos atacantes que vêm sendo convocados por Tite para a seleção.

Aos 33 anos e ausente das listas da seleção desde o fim da era Dunga (disputou a Copa América Centenário, em junho de 2016), Jonas é o principal goleador brasileiro das ligas nacionais europeias nesta temporada.

O camisa 10 do Benfica é o artilheiro do Campeonato Português, com 13 gols em 11 partidas, e ostenta uma marca impressionante: balançou as redes em nove rodadas consecutivas da competição –um recorde que agora compartilha com outras duas lendas do clube, Julinho (1949/50) e Eusébio (1964/65).

O número de bolas que já empurrou para as redes nesta temporada vale a Jonas a 21ª colocação na Chuteira de Ouro, com 19,5 pontos, mais do que qualquer outro dos seus compatriotas.

Quem mais se aproxima da marca de Jonas é João Morelli, que atua no futebol da Estônia e é o 28º no ranking dos artilheiros da Europa. Neymar, Firmino e Gabriel Jesus não estão nem entre os 50 primeiros colocados.

Pela segunda semana consecutiva, quem ocupa a liderança da Chuteira de Ouro é o italiano Ciro Immobile, da Lazio, que acumula 14 gols no Campeonato Italiano e 28 pontos na classificação dos artilheiros.

O centroavante da Azzurra é seguido de perto pelos estonianos Albert Prosa e Rauno Sappinen, que têm 27 pontos cada.

Os astros Falcao García, Cavani, Messi, Lewandowski, Dybala, Icardi e Fekir também fazem parte do top 10 dos artilheiros da temporada no Velho Continente.

O atual vencedor da Chuteira de Ouro é Messi, que somou 74 pontos (37 gols) na última temporada. O argentino divide com Cristiano Ronaldo (Real Madrid) o posto de maior vencedor do prêmio. Cada um deles já levou quatro troféus para casa.

O “Blog do Rafael Reis” publica a cada terça-feira uma nova parcial do prêmio.

Confira o top 10 da Chuteira de Ouro

1º – Ciro Immobile (ITA, Lazio) – 28 pontos (14 gols)
2º – Albert Prosa (EST, Tallinn) – 27 pontos (27 gols)
Rauno Sappinen (EST, Flora) – 27 pontos (27 gols)
4º – Radamel Falcao García (COL, Monaco) – 26 pontos (13 gols)
Edinson Cavani (URU, Paris Saint-Germain) – 26 pontos (13 gols)
6º – Lionel Messi (ARG, Barcelona) – 24 pontos (12 gols)
Igor Angulo (ESP, Gornik Zabrze) –  24 pontos (16 gols)
8º – Gerard Gohou (CMF, Kairat Almaty) – 23 pontos (23 gols)
9º – Mikhail Gordeichuk (BLR, BATE Borisov) – 22,5 pontos (15 gols)
10º – Robert Lewandowski (POL, Bayern de Munique) – 22 pontos (11 gols)
Paulo Dybala (ARG, Juventus) – 22 pontos (11 gols)
Mauro Icardi (ARG, Inter de Milão) – 22 pontos (11 gols)
Nabil Fekir (FRA, Lyon) – 22 pontos (11 gols)


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– 6 jogadores que merecem um teste na seleção brasileira antes da Copa
– Como Talisca renasceu na Turquia e virou astro de zebra da Champions
– Goleiro de sensação do Inglês, Gomes projeta adeus em 2 anos para “ser pai”
– Como Neymar e astros da seleção protagonizaram vexame histórico na base


Love bate Neymar e é o artilheiro brasileiro na Europa; veja o top 10
Comentários Comente

Rafael Reis

Aos 32 anos e afastado do futebol nacional desde o fim de 2015, Vágner Love foi o principal goleador brasileiro na Europa na temporada 2016/17.

O ex-jogador de Palmeiras, Corinthians e Flamengo marcou 23 gols com a camisa do Alanyaspor, todos no Campeonato Turco, e deixou para trás a principal estrela do país pentacampeão mundial, Neymar.

Pelo segundo ano consecutivo, o astro do Barcelona ficou na vice-liderança da lista dos maiores artilheiros brasileiros do Velho Continente.

O camisa 11, que não teve das temporadas mais artilheiras de sua carreira, marcou 13 gols no Espanhol, quatro na Liga dos Campeões e três na Copa do Rei. Na soma, ficou três atrás de Vágner Love.

Neymar ainda precisou dividir o segundo lugar do ranking com Tiquinho Soares, uma das revelações da temporada europeia, que marcou 20 vezes atuando por Vitória de Guimarães e Porto, ganhou o apelido de “novo Hulk” e virou sensação em Portugal.

Artilheiro brasileiro da temporada passada, quando colocou 35 bolas na rede, Jonas sofreu com problemas físicos que o deixaram afastado por cerca de quatro meses. Mesmo assim, o atacante do Benfica fez 18 gols e também entrou no top 5 dos goleadores.

Entre os dez jogadores brasileiros inscritos em uma das dez ligas nacionais mais importantes da Europa que mais marcaram em 2016/17 estão três que jogam na Turquia e outros três que atuam em Portugal. Espanha, França, Rússia e Inglaterra são outros países que aparecem na lista.

Apesar de ter ficado fora do top 10 de goleadores, Gabriel Jesus merece menção honrosa. O atual camisa 9 da seleção só chegou ao Velho Continente em janeiro e ainda perdeu dois meses de Premier League devido a uma fratura.

Apesar dos contratempos, o ex-palmeirense marcou sete vezes em 11 jogos pelo Manchester City. Sua média de 0,64 gol por partida foi melhor que as de Neymar (0,44) e Tiquinho (0,53), os segundo colocados na artilharia brasileira da temporada europeia.

MAIORES ARTILHEIROS BRASILEIROS NA EUROPA

1º – Vágner Love (Alanyaspor) – 23 gols
2º – Neymar (Barcelona) – 20
Tiquinho Soares (Porto) – 20*
4º – Lucas (Paris Saint-Germain) – 19
5º – Jonas (Benfica) – 18
6º – Giuliano (Zenit São Petesburgo) – 17
Talisca (Besiktas) – 17
8º – Welthon (Paços de Ferreira) – 16
9º – Welliton (Kayserispor) – 15
10º – Philippe Coutinho (Liverpool) – 14
Willian José (Real Sociedad) – 14

*Jogou a primeira metade da temporada 2016/17 pelo Vitória de Guimarães


Mais de Balanço da Temporada

Mais comportados! Cartões a brasileiros caem 15% na temporada europeia
Gols brasileiros na Europa crescem e atingem maior marca em 6 anos
Brasil recupera espaço e já tem mais presença em campo que antes do 7 a 1
Sinal amarelo: futebol europeu tem pior média de público em 10 anos
Europa não tinha temporada tão farta em gols desde tempos de Eusébio


Jonas supera Neymar e é o artilheiro brasileiro na Europa; veja o top 10
Comentários Comente

Rafael Reis

Principal estrela da seleção já há meia década, Neymar não foi o maior artilheiro brasileiro do futebol europeu nesta temporada.

Os nove gols a menos que fez pelo Barcelona em relação à temporada anterior, quando foi inclusive artilheiro da Liga dos Campeões, fizeram com que ele fosse superado por Jonas na primeira colocação neste ranking.

Jonas 2

Goleador do Campeonato Português, o ex-centroavante do Santos marcou 35 gols na soma de todas as competições oficiais que disputou pelo Benfica, cinco a mais do que Neymar fez pelo clube catalão.

Dos 11 brasileiros que atuam em uma das dez principais ligas nacionais europeias e mais balançaram as redes na temporada, seis jogam em Portugal, assim como Jonas. Entre eles, está Henrique Dourado, ex-Palmeiras, que marcou 13 vezes com a camisa do Vitória de Guimarães.

Outra curiosidade da tabela de artilheiros brazucas é a presença de Alex Teixeira na terceira colocação. O ex-jogador do Vasco só participou da primeira metade da temporada, já que foi negociado na janela de transferências de janeiro para o futebol chinês.

Mesmo assim, fez 26 gols pelo Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, marca suficiente para deixá-lo atrás apenas de Jonas e Neymar.

MAIORES ARTILHEIROS BRASILEIROS NA EUROPA

1º – Jonas (Benfica) – 35 gols
2º – Neymar (Barcelona) – 30
3º – Alex Teixeira (Shakhtar Donetsk) – 26*
4º – Hulk (Zenit) – 23 gols
5º – Léo Bonatini (Estoril)
Rafael Martins (Moreirense) – 20
7º – Raffael (Borussia Mönchengladbach) – 15
8º – Tiquinho Soares (Nacional da Madeira) – 14
9º – Lucas (PSG)
Nathan Júnor (Tondela)
Henrique Dourado (Vitória de Guimarães) – 13

*Jogou apenas a primeira metade da temporada na Europa. Depois, foi negociado com o Jiangsu Suning, da China


Mais de Resumo da Temporada

Mercado da Bola Internacional: quem chega e sai nos grandes europeus
De Neymar a ex-Fla: conheça os brasileiros campeões e rebaixados na Europa


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>