Blog do Rafael Reis

Arquivo : janela de transferências

Mercado da Bola movimenta R$ 6,2 bi antes da Copa; veja clubes mais gastões
Comentários Comente

Rafael Reis

Os clubes de futebol mais poderosos do planeta decidiram não esperar a Copa do Mundo para começarem a montar seus elencos para a próxima temporada. Apesar de a janela de transferências ainda nem estar oficialmente aberta, eles já torraram 1,4 bilhão de euros (R$ 6,2 bilhões) em reforços para 2018/19.

O valor corresponde a mais de 25% dos 5,1 bilhões de euros (R$ 22,7 bilhões) movimentados pelo Mercado da Bola na janela do verão europeu do ano passado, que foi a maior da história do esporte.

Vale lembrar que os times dos mais ricos da Europa poderão registrar novos jogadores até agosto e que, tradicionalmente, a maior parte dos negócios mais caros acontecem nas semanas finais da janela de transferências.

Parte significativa do 1,4 bilhão de euros já movimentados no período atual de transações está ligada a contratos fechados lá atrás, ainda na temporada passada.

É por isso que o Paris Saint-Germain aparece no topo da lista dos clubes mais gastões de 2018/19. Seu investimento de 180 milhões de euros (R$ 802 milhões) é relativo à contratação do atacante francês Kylian Mbappé, que defendeu o clube por empréstimo na última temporada e agora assinará contrato “definitivo”.

As idas do meia senegalês Naby Keita (ex-RB Leipzig) para o Liverpool e do meia-atacante brasileiro Vinícius Júnior (Flamengo) ao Real Madrid também foram fechadas ainda em 2017, mas só serão concretizadas em julho.

Dos negócios selados já nas últimas semanas, a transferência mais cara é a do meia brasileiro Fred, vendido pelo Shakhtar Donetsk para o Manchester United por 59 milhões de euros (R$ 263 milhões).

Chama a atenção a presença de dois clubes pequenos da Inglaterra no top 10 dos times mais gastões da temporada.

O Wolverhampton, recém-promovido para a primeira divisão, é o sexto colocado no ranking. A equipe laranja gastou 40,2 milhões de euros (R$ 179 milhões) na chegada de três reforços. O mais caro deles, o atacante Benik Afobe (ex-Bournemouth).

Já o Huddersfield Town, 16º colocado na última Premier League, é o décimo na lista de investimentos. Foram 27,5 milhões de euros (R$ 122,6 milhões) gastos para ter o zagueiro holandês Terence Kongolo (ex-Monaco), o lateral direito suíço Florent Hadergjonaj (ex-Ingolstadt) e o goleiro dinamarquês Jonas Lössl (ex-Mainz).

OS 10 CLUBES MAIS GASTÕES DA TEMPORADA 2018/19 (em euros)
1º – Paris Saint-Germain (FRA) – 180 milhões
2º – Liverpool (ING) – 110 milhões
3º – Manchester United (ING) – 81 milhões
4º – Juventus (ITA) – 52 milhões
5º – Real Madrid (ESP) – 45 milhões
6º – Wolverhampton (ING) – 40,2 milhões
7º – Bayer Leverkusen (ALE) – 38,4 milhões
8º – Roma (ITA) – 35 milhões
9º – Tianjin Quanjian (CHN) – 29 milhões
10º – Huddesfield Town (ING) – 27,5 milhões

AS 10 CONTRATAÇÕES MAIS CARAS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Kylian Mbappé (FRA/Paris Saint-Germain) – 180 milhões
2º – Naby Keita (SNG, Liverpool) – 60 milhões
3º – Fred (BRA, Manchester United) – 59 milhões
4º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões
Vinícius Jr. (BRA, Real Madrid) – 45 milhões
6º – Douglas Costa (BRA, Juventus) – 40 milhões
7º – Anthony Modeste (CHN, Tianjin Quanjian) – 29 milhões
8º – Paulinho (BRA, Bayer Leverkusen) – 26,4 milhões
9º – Geoffrey Kondogbia (FRA, Valencia) – 25 milhões
10º – Lautaro Martínez (ARG, Inter de Milão) – 23 milhões
TOTAL: 1,4 bilhão de euros

OS 10 BRASILEIROS MAIS CAROS DA TEMPORADA 2018/19
1º – Fred (BRA, Manchester United) – 59 milhões
2º – Fabinho (BRA, Liverpool) – 45 milhões de euros
Vinícius Jr. (BRA, Flamengo) – 45 milhões
4º – Douglas Costa (BRA, Juventus) – 40 milhões
5º – Paulinho (BRA, Bayer Leverkusen) – 26,4 milhões
6º – Danilo (BRA, Nice) – 10 milhões
7º – Raphinha (BRA, Sporting) – 6,5 milhões
8º – Felipe Vizeu (BRA, Udinese) – 5 milhões
9º – Tchê Tchê (BRA, Dínamo de Kiev) – 4,8 milhões
10º – Rodrigo (BRA, Real Madrid Castilla) – 4,1 milhões

 


Mais de Clubes

– Próxima Champions começa no meio da Copa; conheça dos clubes classificados
– Final “mais louca” do século deu último título de Champions ao Liverpool
– Brasil pode ter a pior campanha da década na fase de grupos da Libertadores
– “Cinderela da Bola”, rival do PSG em final tem teto salarial de 3 mil euros


Copa do Mundo deve definir “loucuras” da próxima janela de transferências
Comentários Comente

Rafael Reis

Na última temporada, quatro contratações de jogadores romperam a marca dos 100 milhões de euros (R$ 430 milhões). E uma delas, a ida de Neymar para o Paris Saint-Germain, quebrou todos os recordes históricos do futebol ao chegar em 222 milhões de euros (R$ 956 milhões).

Será que algo semelhante acontecerá na próxima janela de transferências? Não há motivos para pensar que não. O Mercado da Bola continua aquecido (e inflacionado), há astros dispostos a mudar de time e clubes sedentos em busca de reforços.

No entanto, é bem provável que tenhamos de esperar alguns meses para conhecer quais serão as grandes “loucuras” da próxima temporada europeia. E a responsável por isso é a Copa do Mundo.

Alguns candidatos para protagonizar esses negócios de valor bem acima da média já são bem conhecidos: Antoine Griezmann, Neymar, Cristiano Ronaldo, Robert Lewandowski. Mas todos eles vão para a Rússia-2018 e, portanto, têm assuntos mais urgentes para se preocupar pelos próximos 45 dias.

Além disso, em ano de Copa, os próprios clubes não costumam “queimar a largada” e sair contratando a esmo logo no início da janela.

Eles preferem atrasar um pouco a montagem do elenco para a temporada seguinte e esperam o andamento da competição para só então definir quais são os alvos que merecem um investimento maior.

Ou seja, o que acontece nos gramados do Mundial costuma influenciar (e muito) como será o Mercado da Bola daquela temporada.

Quatro anos atrás, o Real Madrid se reforçou com dois dos maiores destaques individuais da Copa do Brasil: o meia Toni Kroos, campeão com a seleção alemã, e o colombiano James Rodríguez, artilheiro da competição.

Já em 2010, o espanhol David Villa, um dos artilheiros do torneio, migrou para o Barcelona. Em 2006, o Real fez questão de contratar o zagueiro Fabio Cannavaro, que viria a ser eleito o melhor jogador do mundo naquele ano por sua atuação na Copa à frente da seleção italiana.

Essa relevância da Copa do Mundo na definição dos rumos das janelas de transferência também já colocou alguns clubes em uma fria.

Goleador e sensação do Mundial de 1994, o atacante russo Oleg Salenko descolou uma transferência do nanico Logroñés para o Valencia. Um ano depois, o time espanhol fez questão de passá-lo adiante para o futebol escocês.

O meia-atacante El-Hadji Diouf seguiu caminho semelhante. Ele brilhou com a surpreendente seleção senegalesa em 2002 e conseguiu trocar o Lens, da França, pelo Liverpool. Mas em 55 partidas com a camisa vermelha, marcou apenas três vezes e acabou negociado com o Bolton.

Entre erros e acertos, o certo é que a Copa do Mundo acaba sendo determinante no Mercado da Bola. Então, se você quer saber quais serão as “grandes loucuras” da próxima janela de transferências, é melhor esperar um pouquinho e curtir a Rússia-2018 primeiro.


Mais de Opinião

– Por que Firmino é o melhor “camisa 10” brasileiro da atualidade?
– Nacionais da Europa ficaram tão chatos quanto os Estaduais brasileiros
– O que Salah precisa fazer para desbancar Messi e CR7 no Melhor do Mundo?
– É loucura imaginar Salah como finalista de prêmio de melhor do mundo?


9 jogadores que estão na mira de Barça e Real para a janela de janeiro
Comentários Comente

Rafael Reis

O mercado de transferências de janeiro não costuma ser levado muito a sério pelos clubes de primeiro escalão da Europa. Os maiores times do continente costumam usar a janela para emprestar jogadores pouco utilizados, livrar-se de atletas incomodados e fazer um ou outro ajuste no elenco.

Mas Barcelona e Real não devem agir assim em 2018. Os adversários deste sábado, em clássico válido pela 17ª rodada do Campeonato Espanhol, pretendem quebrar essa tradição e investir pesado em reforços no próximo mês.

Os catalães ainda sonham encontrar o substituto ideal para Neymar e não vão economizar nessa busca. Além disso, possuem uma defesa envelhecida e combalida por problemas físicos que precisa de renovação imediata.

Já o Real está incomodado com a quarta colocação na tabela e com o início de temporada bem abaixo da média dos seus últimos anos. A solução? Ir ao mercado para ampliar o elenco e dar mais opções de qualidade para o técnico Zinedine Zidane.

Apresentamos abaixo 9 jogadores que estão na mira de Barcelona e Real Madrid e são especulados para vestir a camisa de um dos dois gigantes do futebol espanhol já no próximo mês.

PHILIPPE COUTINHO
Meia-atacante
Brasileiro
25 anos
Liverpool (ING)
Barcelona quer

A novela de Coutinho no Barcelona se arrasta desde a janela de transferências do meio do ano, e o clube catalão espera que ela tenha um final feliz no mercado de janeiro. Para isso, promete oferecer algo em torno de 140 ou 150 milhões de euros (até R$ 582 milhões), um valor que se aproxima daquilo que foi solicitado pelo Liverpool. O problema é que os ingleses estão nas oitavas de final da Champions e podem ser duros em liberar o camisa 10. Caso a negociação seja concretizada, o meia-atacante brasileiro será o reforço mais caro da história das janelas de inverno do futebol europeu.

KEPA ARRIZABALAGA
Goleiro
Espanhol
23 anos
Athletic Bilbao (ESP)
Real Madrid quer

Reserva da seleção espanhola, o jovem basco é a solução viável encontrada pelo Real Madrid para tirar Keylor Navas do time titular depois das inúmeras negativas do Manchester United em negociar De Gea. Segundo o diário espanhol “AS”, o atual bicampeão europeu pagará os 20 milhões de euros (R$ 77 milhões) da multa rescisória de Kepa para poder contar com o goleiro já em janeiro.

ANTOINE GRIEZMANN
Atacante
Francês
26 anos
Atlético de Madri (ESP)
O Barcelona quer

Definitivamente, o Barcelona não vai conter esforços para remontar seu setor ofensivo depois da saída de Neymar. Além de Philippe Coutinho, o clube pretende adicionar ao seu elenco o astro francês Antoine Griezmann. O interesse no terceiro melhor jogador do mundo em 2016 já foi confirmado por dirigentes do Barça. A negociação com o Atlético de Madri a princípio ficaria para o meio do ano, mas pode ser antecipada para janeiro caso a transferência de Coutinho não seja concluída em breve.

MAURO ICARDI
Atacante
Argentino
24 anos
Inter de Milão (ITA)
Real Madrid quer

A má fase vivida por Karim Benzema, autor de apenas cinco gols em 19 jogos nesta temporada, ligou o sinal de alerta na diretoria do Real Madrid, que decidiu ir ao mercado para encontrar um novo companheiro de ataque para Cristiano Ronaldo. O nome preferido do time espanhol para a função é Mauro Icardi, artilheiro do Campeonato Italiano, com 17 gols. O empecilho para uma transferência imediata é o fato de a Inter de Milão sonhar com a conquista do título nacional e não ter nenhum interesse em se desfazer do seu capitão e jogador mais importante.

YERRY MINA
Zagueiro
Colombiano
23 anos
Palmeiras (BRA)
Barcelona quer

O zagueiro colombiano tem uma espécie de acordo verbal para se transferir para o Barcelona no meio de 2018. No entanto, o desembarque do jogador do Palmeiras na Catalunha pode ser antecipado para janeiro devido aos problemas defensivos que o time de Ernesto Valverde tem enfrentado. O francês Samuel Umtiti está machucado, Javier Mascherano pode ser negociado com a China e o belga Vermaelen vive com problemas físicos e raramente consegue emendar uma sequência de jogos.

TIMO WERNER
Atacante
Alemão
21 anos
RB Leipzig (ALE)
Real Madrid quer

A jovem revelação alemã, que despontou na temporada passada pelo Leipzig e deve ser titular da seleção na Copa do Mundo-2018, é o plano B do Real Madrid para o comando de ataque. Caso perceba que não conseguirá contratar Icardi, o time espanhol deve depositar suas fichas em Werner. Por enquanto, o Leipzig também nega qualquer intenção de negociá-lo.

MESUT ÖZIL
Meia
Alemão
29 anos
Arsenal (ING)
Barcelona quer

Desiludido com o Arsenal e sem repetir o mesmo futebol de temporadas anteriores, o meia tem contrato com o clube londrino até junho e sairá de graça caso não seja negociado na janela de janeiro. O Barcelona pensa em incluir na transação por Özil algum dos jogadores do seu elenco que não têm futuro no Camp Nou, como André Gomes, Arda Turan e Rafinha. O Manchester United também tem interesse no meia alemão.

MOHAMED SALAH
Meia-atacante
Egípcio
25 anos
Liverpool (ING)
Real Madrid quer

Sensação do Liverpool na temporada e artilheiro do Campeonato Inglês, com 14 gols, o egípcio não é um homem de área e nem propriamente um atacante nato. Mesmo assim, despertou o interesse do Real Madrid para aumentar o poderio ofensivo do time. Salah vem sendo elogiado frequentemente por Zidane, e uma proposta pelo jogador pode ser feita na janela de janeiro.

ARTHUR
Volante
Brasileiro
21 anos
Grêmio (BRA)
Barcelona e Real Madrid querem

Principal revelação do futebol brasileiro em 2017, o volante do Grêmio já chamou a atenção dos dois maiores clubes da Espanha. O primeiro a procurar Arthur foi o Barcelona –uma foto do jogador com a camisa do time de Messi chegou a vazar e provocou polêmica. O Real tem sido mais discreto em sua investida, mas também considera a possibilidade de sondar o volante, cuja multa rescisória é de 50 milhões de euros (R$ 194 milhões).


Mais de Cidadãos do Mundo

Ibra torce mais pelo Brasil que pela Suécia: verdade ou lenda urbana?
Maestro do Real, Kroos já foi acusado de só jogar por ser filho do técnico
Médica foi alvo de polêmica no Chelsea e agora quer distância do futebol
Recordista de prêmios, Messi entra na briga por 5ª Chuteira de Ouro


7 astros que estão no último ano de contrato e podem agitar Mercado da Bola
Comentários Comente

Rafael Reis

Se a última janela de transferências do futebol europeu já foi histórica, com a ida de Neymar para o Paris Saint-Germain por 222 milhões de euros (R$ 824 milhões), maior valor já pago por um jogador de futebol, o Mercado da Bola deve ser ainda mais movimentado na próxima temporada.

Além da inflação de preços provocada pelo transação do atacante brasileiro e da Copa do Mundo, que sempre dá uma balançada nas compras e vendas de jogadores, um outro fator deve ser determinante na janela de 2018/19.

Várias estrelas do primeiro escalão do futebol mundial estão no último ano de contrato com seus times atuais e, caso não renovem seus vínculos nos próximos meses, poderão trocar de clube gratuitamente em julho do próximo ano.

Listamos abaixo sete jogadores que vivem essa situação e que têm tudo para agitar o mercado na janela de transferências da próxima temporada.

LIONEL MESSI
Atacante
30 anos
Argentina
Barcelona (ESP)

A renovação de contrato até 2021 de um dos dois maiores astros do futebol mundial na última década chegou a ser anunciada pelo Barcelona em julho, só que jamais foi assinada pelo camisa 10 argentino. De acordo com a imprensa espanhola, esse é um indício de que Messi anda decepcionado com os rumos do clube (sobretudo após a venda de Neymar) e disposto a repensar seu futuro. Segundo o diário “As”, o Manchester City já conversa com o jogador para levá-lo à Inglaterra na próxima temporada.

ALEXIS SÁNCHEZ
Atacante
28 anos
Chile
Arsenal (ING)

Autor de 30 gols na temporada passada, o atacante chileno só não se mandou para o Manchester City na última janela de transferência porque o técnico Arsène Wenger vetou sua saída e o obrigou a cumprir o último ano de seu contrato. Isso significa que Alexis Sánchez deve deixar o Arsenal no próximo verão europeu sem a necessidade de uma compensação financeira. Além do City, Bayern de Munique e Paris Saint-Germain já manifestaram interesse em contratá-lo e são seus destinos mais prováveis.

MESUT ÖZIL
Meia
28 anos
Alemanha
Arsenal (ING)

Assim como Alexis Sánchez, o meia alemão dificilmente continuará vestindo a camisa do Arsenal a partir do segundo semestre do próximo ano. De acordo com a imprensa inglesa, Özil está na lista de compras do Manchester United, já que o técnico português José Mourinho sente falta no seu elenco de um jogador com características de armação de jogo. Barcelona e Real Madrid, onde o alemão já jogou, também estariam no páreo.

ARJEN ROBBEN
Atacante
33 anos
Holanda
Bayern de Munique (ALE)

A crise vivida pelo Bayern neste início de temporada e a provável chegada de um jovem treinador ao clube em 2018 (Julian Nagelsmann, do Hoffenheim, é o favorito) passam a impressão de fim de ciclo em Munique. E um dos jogadores que devem fazer parte desse processo de renovação é Robben. O holandês veste a camisa bávara desde 2009 e dificilmente assinará um novo contrato com o clube alemão. Com vários problemas físicos acumulados durante a carreira, o camisa 10 dificilmente irá para uma outra equipe do primeiro escalão europeu.

GIORGIO CHIELLINI
Zagueiro
33 anos
Itália
Juventus (ITA)

A “’defesa dos sonhos”’ da Juventus, que já perdeu Leonardo Bonucci para o Milan na última janela de transferências, pode sofrer uma nova baixa no próximo ano. O zagueiro Giorgio Chiellini, segundo jogador mais antigo do elenco da campeã italiana, ainda não chegou a um acordo com a diretoria para a extensão do seu contrato. Quem está de olho nessa situação é Antonio Conte, que dirigiu o camisa 3 na Juve e na seleção italiana. O treinador do Chelsea não esconde o desejo de levar o antigo pupilo para a Premier League.

LEON GORETZKA
Meia
22 anos
Alemanha
Schalke 04 (ALE)

Um dos artilheiros da última Copa das Confederações e em alta na seleção alemã, o meia vive uma situação semelhante à de Alexis Sánchez no Arsenal. Como o Schalke 04 não quis negociá-lo na última janela de transferências, Goretzka deve deixar o clube gratuitamente no próximo verão europeu. Interessados no jovem meio-campista não faltam: Bayern de Munique, Barcelona e Liverpool desejam sua contratação.

FERNANDINHO
Volante
32 anos
Brasil
Manchester City (ING)

Apesar de ser um dos xodós de Pep Guardiola no Manchester City, o volante brasileiro só tem contrato por mais oito meses. Mas, dificilmente, o treinador espanhol irá abrir mão de Fernandinho, titular da equipe em nove das dez partidas da atual temporada. De acordo com o próprio jogador, o City já iniciou as conversas para estender seu vínculo.


Mais de Cidadãos do Mundo

Perto da vaga, goleiro egípcio quer ser o mais velho da história das Copas
Chegou a geração 2000: 8 garotos para você acompanhar no Mundial sub-17
Zizao não foi o único: 6 jogadores asiáticos que tentaram a sorte no Brasil
Obinna (o original) e mais 5 africanos que passaram pelo futebol brasileiro


Brasil foi a seleção que mais movimentou dinheiro na janela; veja top 10
Comentários Comente

Rafael Reis

Impulsionado pela venda de Neymar para o Paris Saint-Germain, o Brasil foi a seleção que mais dinheiro movimentou na janela de transferências da temporada 2017/18.

Considerando apenas os jogadores convocados para esta Data Fifa, com partidas espalhadas entre o fim de agosto e o início de setembro, nenhum time nacional do planeta superou os 309 milhões de euros (R$ 1,1 bilhão) movimentados em negociações de atletas da equipe pentacampeã mundial.

O valor engloba as transações de quatro atletas chamados por Tite para as partidas contra Equador e Colômbia, pelas eliminatórias da Copa do Mundo-2018: Neymar (222 milhões de euros/PSG), Ederson (40 milhões de euros/Manchester City), Paulinho (40 milhões de euros/Barcelona) e Giuliano (7 milhões de euros/Fenerbahce).

O lateral direito Daniel Alves também trocou de clube nesta janela. No entanto, sua transferência da Juventus para o PSG não teve nenhum custo.

O dinheiro das transações envolvendo selecionáveis brasileiros só não foi maior porque o Liverpool se recusou a vender Philippe Coutinho para o Barcelona, mesmo com uma proposta de 160 milhões de euros (quase R$ 600 milhões) em mãos, e Luan não aceitou deixar para o Grêmio para defender o Spartak Moscou –o negócio movimentaria cerca de 22 milhões de euros (R$ 82 milhões).

Sem esses negócios, a liderança do Brasil no ranking das seleções mais ativas na janela de transferências só foi possível devido a uma série de decisões envolvendo a França.

A campeã mundial de 1998 ocupa a segunda colocação no ranking, com 129,5 milhões de euros (R$ 484 milhões) movimentados.

O valor seria muito maior se o técnico Didier Deschamps não tivesse deixado fora da convocação desta data Fifa o lateral esquerdo Benjamin Mendy (57,5 milhões de euros/Manchester City), o volante Tiemoué Bakayoko (40 milhões de euros/Chelsea) e o atacante Ousmane Dembélé (105 milhões de euros/Barcelona).

Além disso, Kylian Mbappé, novo companheiro de ataque de Neymar no Paris Saint-Germain, só terá os 180 milhões de euros (R$ 673 milhões) de sua saída do Monaco contabilizados na janela de 2018/19, devido a uma manobra contábil feita pelo PSG para driblar o fair-play financeiro da Uefa –por enquanto, o jogador está apenas emprestado ao time da capital.

Das dez seleções que mais dinheiro movimentaram nesta janela de transferências, oito são europeias. Além do Brasil, apenas a Colômbia representa a América do Sul no top 10 do ranking.

AS 10 SELEÇÕES QUE MAIS MOVIMENTARAM DINHEIRO NA JANELA

1 – Brasil – 309 milhões de euros
2 – França – 129,5 milhões
3 – Itália – 117 milhões
4 – Bélgica – 116,2 milhões
5 – Espanha – 110 milhões
6 – Portugal – 109,1 milhões
7 – Colômbia – 95,8 milhões
8 – Inglaterra – 88,8 milhões
9 – Alemanha – 72 milhões
10 – Sérvia – 69,7 milhões


Mais de Seleções:

– Falta de dinheiro minou plano megalomaníaco do País da Copa para 2018
– Eliminatórias podem derrubar Brasil para 3º lugar de ranking da Fifa
– Conheça as seleções que podem se classificar para a Copa nesta Data Fifa
– Tentáculos do Qatar no futebol vão muito além de Neymar, PSG e Copa


Efeito Neymar: Mercado da Bola cresce 30% em um ano e quebra recorde
Comentários Comente

Rafael Reis

Marcada pela contratação de Neymar pelo Paris Saint-Germain, no negócio mais caro da história do futebol, a janela de transferências da temporada 2017/18 movimentou 5,1 bilhões de euros (R$ 19 bilhões) até a última quinta-feira, data de fechamento da maior parte dos principais mercados da Europa.

O valor significa um crescimento de 30% em relação ao montante gasto por clubes do mundo todo em compra e empréstimos de jogadores na janela de julho/agosto de 2016. Um ano atrás, o Mercado da Bola fez rodar 3,9 bilhões de euros (R$ 14,6 billhões).

Como acontece praticamente em todos os anos, a janela de transferências desta temporada quebrou recorde e foi a que mais movimentou dinheiro em todos os tempos.

A quantia gasta pelos clubes no Mercado da Bola foi na prática ainda maior, mas negócios importantes fechados nos últimos meses, como a idas de Kylian Mbappé para o PSG (180 milhões de euros), de Naby Keita para o Liverpool (70 milhões de euros) e de Vinícius Júnior para o Real Madrid (45 milhões), só terão seus valores contabilizados em temporadas futuras.

Como o mercado em alguns países continua aberto, a tendência é que esses 5,1 bilhões de euros ainda cresçam mais um pouco ao longo dos próximos dias –na Espanha, a janela fecha nesta sexta-feira, na Turquia, só no dia 8, e em alguns lugares do Oriente Médio, apenas em outubro.

Confira abaixo um resumo daquilo de mais importante que aconteceu nesta janela de transferências:

OS 10 BRASILEIROS MAIS CAROS DA TEMPORADA 2017/18
1º – Neymar (Paris Saint-Germain) – 222 milhões de euros
2º – Paulinho (Barcelona) – 40 milhões de euros
Ederson (Manchester City) – 40 milhões de euros
4º – Danilo (Manchester City) – 30 milhões
5º – Dalbert (Inter de Milão) – 20 milhões
6º – Thiago Maia (Lille) – 14 milhões
7º – Bruno Peres (Roma) – 12,5 milhões
8º – Richarlison (Watford) – 12,4 milhões
9º – Douglas (Manchester City) – 12 milhões
Pedro Rocha (Spartak Moscou) – 12 milhões

AS 10 CONTRATAÇÕES MAIS CARAS DA TEMPORADA 2017/18
1º – Neymar (BRA/Paris Saint-Germain) – 222 milhões
2º – Ousmane Dembélé (FRA/Barcelona) – 105 milhões
3º – Romelu Lukaku (BEL/Manchester United) – 84,7 milhões
4º – Álvaro Morata (ESP/Chelsea) – 65 milhões
5º – Benjamin Mendy (FRA/Manchester City) – 57,5 milhões
6º – Alexander Lacazette (FRA/Arsenal) – 53 milhões
7º – Kyle Walker (ING/Manchester City) – 51 milhões
8º – Bernardo Silva (POR/Manchester City) – 50 milhões
9º – Gylfi Sigurdsson (ISL/Everton) – 49,4 milhões
10º – Nemanja Matic (SER/Manchester United) – 44,7 milhões

OS 10 CLUBES QUE MAIS CONTRATARAM NA TEMPORADA 2017/18
1º – Manchester City (ING) – 244,3 milhões
2º – Paris Saint-Germain (FRA) – 238 milhões
3º – Chelsea (ING) – 203 milhões
4º – Milan (ITA) – 194,5 milhões
5º – Barcelona (ESP) – 192,5 milhões
6º – Manchester United (ING) – 164,4 milhões
7º – Everton (ING) – 158,2 milhões
8º – Juventus (ITA) – 149,2 milhões
9º – Bayern de Munique (ALE) – 103,5 milhões
10º – Monaco (FRA) – 102 milhões

OS 10 CLUBES QUE MAIS VENDERAM NA TEMPORADA 2017/18
1º – Barcelona (ESP) – 226 milhões
2º – Monaco (FRA) – 177,5 milhões
3º – Borussia Dortmund (ALE) – 166,5 milhões
4º – Juventus (ITA) –123,9 milhões
5º – Real Madrid (ESP) – 123 milhões
6º – Chelsea (ING) – 122,8 milhões
7º – Lyon (FRA) – 119,5 milhões
8º – Benfica (POR) – 115,6 milhões
9º – Roma (ITA) – 114,3 milhões
10º – Everton (ING) – 107,4 milhões

AS 10 LIGAS QUE MAIS GASTARAM NA TEMPORADA 2017/18
1º – Campeonato Inglês – 1,55 bilhão
2º – Campeonato Italiano – 827,8 milhões
3º – Campeonato Francês – 658,4 milhões
4º – Campeonato Alemão – 585,3 milhões
5º – Campeonato Espanhol – 552,6 milhões
6º – Campeonato Inglês (2ª divisão) – 224,9 milhões
7º – Campeonato Russo – 124,1 milhões
8º – Campeonato Turco – 89,6 milhões
9º – Campeonato Belga – 75,9 milhões
10º – Campeonato Holandês – 67,1 milhões

Fonte: Transfermarkt


Mais de Clubes

– Não acabou não! Saiba onde a janela de transferências continua aberta
– 7 clubes que quebraram seus recordes de contratação mais cara nesta janela
– Time de Hitler? Como clube alemão tenta apagar nazismo de sua história
– Novo rico e adeus de Buffon: 7 motivos para acompanhar o Italiano


Não acabou não! Saiba onde a janela de transferências continua aberta
Comentários Comente

Rafael Reis

A janela de transferências de abertura da temporada 2017/18 fechou na última quinta-feira e agora só veremos novos negócios importantes no Mercado da Bola em janeiro. Certo?

Não é bem assim. A maior parte dos principais mercados europeus encerrou na noite de quinta o período em que os clubes podem tirar atletas de outras equipes para reforçar seus elencos.

Só que a janela de transferências ainda não fechou no planeta. E há países que fazem parte dos primeiros escalões do futebol mundial que continuam com seus mercados bem abertos a novos negócios.

Na Espanha, por exemplo, a janela só fecha na noite desta sexta-feira. Isso significa um dia mais para o Barcelona encontrar substitutos para Neymar e montar um time capaz de bater de frente com o Real Madrid.

Já a Turquia, sétimo mercado do planeta que mais gastou em reforços na atual temporada (cerca de 90 milhões de euros), permite contratações até o dia 8 de setembro, mesma data de fechamento da janela na República Tcheca.

Fora da Europa, as negociações tendem a continuar por ainda mais tempo.

O futebol do Oriente Médio, um dos mais tradicionais destinos de jogadores brasileiros que ainda atuam no Brasil, só vai começar a fechar suas portas para a chegada de reforços em meados de setembro.

Na Arábia Saudita, a janela de transferências vai até o dia 12 do próximo mês. No Qatar, a contratação de novos jogadores é permitida até o dia 30. E, nos Emirados Árabes Unidos, é possível inscrever atletas até 2 de outubro.

Outros dois países que continuam com a janela aberta são a Argentina e o México, ligas que costumam disputar com os clubes brasileiros as principais revelações do futebol sul-americano que não optaram por ir direto para a Europa.

Boca Juniors, River Plate, San Lorenzo e outros clubes argentinos estão aptos a se reforçar até 17 de setembro. Já os clubes mexicanos têm até o dia 5 para definirem seus elencos.

Além das janelas ainda abertas, há um outro dispositivo que pode permitir novos negócios mesmo fora do período destinado a transferências.

Em alguns países, como a Inglaterra, jogadores que estejam sem contrato, ou seja, que não possuem vínculo com nenhum clube, podem assinar com uma equipe mesmo fora das janelas de transferências.

Ou seja, o Mercado da Bola não tira férias a partir desta sexta-feira. E nem vai tirar nos próximos meses…


Mais de Clubes

– 7 clubes que quebraram seus recordes de contratação mais cara nesta janela
– Time de Hitler? Como clube alemão tenta apagar nazismo de sua história
– Novo rico e adeus de Buffon: 7 motivos para acompanhar o Italiano
– Disputa é pela artilharia: 7 motivos para acompanhar o Campeonato Alemão


7 clubes que quebraram seus recordes de contratação mais cara nesta janela
Comentários Comente

Rafael Reis

A janela de transferências do início da temporada 2017/18 será lembrada pelas cifras histórias que movimentou. Até a última segunda-feira, o total gasto pelo Mercado da Bola com compras e empréstimos de jogadores já havia superado os 4,3 bilhões de euros (R$ 16,2 bilhões).

Apesar de a janela só fechar no fim desta semana, e os negócios continuarem até lá, o valor já é histórico. Ele supera os 4 bilhões de euros (R$ 15,1 bilhões) torrados na temporada passada, até então a mais gastadeira do futebol em todos os tempos.

Em 2017/18, vários dos clubes mais poderosos do planeta realizaram a contratação mais cara de suas histórias. Listamos abaixo sete times que quebraram seus recordes particulares ao longo dos últimos meses:

PARIS SAINT-GERMAIN (FRA)
Antigo recorde: Edinson Cavani (2013), 64,5 milhões de euros
Novo recorde: Neymar (2017), 222 milhões de euros

Na tentativa de recuperar sua hegemonia local e de conquistar pela primeira vez a Liga dos Campeões da Europa, o clube mais poderoso da França não se contentou em contratar o maior reforço de sua história, mas também quebrou o recorde de jogador mais caro do planeta em todos os tempos. Novo camisa 10 do PSG, Neymar custou quase 37% do total investido pelos times da primeira divisão francesa em contratações para esta temporada.

BARCELONA (ESP)
Antigo recorde: Neymar (2013), 88,2 milhões de euros
Novo recorde: Ousmane Dembélé (2017), 105 milhões de euros

Ao mesmo tempo em que se transformou no reforço mais caro da história do Paris Saint-Germain e do futebol mundial, Neymar deixou de ostentar o recorde de maior contratação do Barcelona. Escolhido pelo clube catalão como substituto do brasileiro, o francês Ousmane Dembélé se tornou o primeiro reforço do Barça na casa dos 100 milhões de euros, depois de uma longa negociação com o Borussia Dortmund.

CHELSEA (ING)
Antigo recorde: Fernando Torres (2011), 58,5 milhões de euros
Novo recorde: Álvaro Morata (2017), 65 milhões de euros

Quanto custa um gol? Para o Chelsea, 65 milhões de euros. Foi esse o valor pago pelo atual campeão inglês pela peça de reposição para Diego Costa, em guerra com o técnico Antonio Conte. O espanhol Álvaro Morata, reserva do Real Madrid na temporada passada, tem justificado o investimento histórico e contabiliza dois gols e duas assistências nas primeiras quatro partidas oficiais pelo novo time.

ARSENAL (ING)
Antigo recorde: Mesut Özil (2013), 47 milhões de euros
Novo recorde: Alexandre Lacazette (2017), 53 milhões de euros

Fora da Liga dos Campeões da Europa pela primeira vez em duas décadas, o Arsenal também decidiu entrar no jogo dos milhões para não ficar (mais) para trás dos seus principais concorrentes ingleses. A carta na manga de Arsène Wenger não foi nada surpreendente. Como fez várias vezes ao longo da carreira, ele foi à França e contratou um dos seus compatriotas que se destacavam no futebol de lá. Só que Lacazette, ex-centroavante do Lyon, já foi parar no banco de reservas do Arsenal.

EVERTON (ING)
Antigo recorde: Romelu Lukaku (2014), 35,4 milhões de euros
Novo recorde: Gylfi Sigurdsson (2017), 49,4 milhões de euros

Uma das sensações da atual janela de transferências, o Everton fez questão de reinvestir os 84,7 milhões de euros que recebeu pela venda de Lukaku para o Manchester United e gastou bastante para a temporada 2017/18. Além de Rooney, de volta ao clube que o projetou depois de 13 anos, o outro reforço que chama a atenção é Sigurdsson. O meia islandês andava meio esquecido no Swansea City. Mesmo assim, virou um homem de quase 50 milhões de euros no Everton.

BAYERN DE MUNIQUE (ALE)
Antigo recorde: Javi Martínez (2012), 40 milhões de euros
Novo recorde: Corentin Tolisso (2017), 41,5 milhões de euros

Um dos clubes mais poderosos do planeta, o Bayern de Munique se orgulha de seu reforço mais caro de todos os tempos ter custado “apenas” 41,5 milhões de euros. Realmente, em tempos de mercado hiperinflacionado, chama a atenção os valores menores das contratações feitas pelo gigante alemão. Mas Corentin Tolisso não poderia mesmo custar mais. O meia francês, que começou muito bem a temporada 2017/18, não era nem mesmo o astro do Lyon, time que defendia até ser garimpado pelo Bayern.

TOTTENHAM (ING)
Antigo recorde: Moussa Sissoko (2016), 35 milhões de euros
Novo recorde: Davinson Sánchez (2017), 40 milhões de euros

Vice-campeão inglês na temporada passada, o Tottenham tem se especializado nos últimos anos em utilizar jogadores de sua base e complementar o time com uma ou outra contratação mais ousada, normalmente também de um atleta de pouca idade. O investimento da vez foi em Davinson Sánchez, zagueiro colombiano de apenas 21 anos, que se destacou na Libertadores-2016 pelo Atlético Nacional e disputou a última temporada europeia pelo Ajax.


Mais de Clubes

– Time de Hitler? Como clube alemão tenta apagar nazismo de sua história
– Novo rico e adeus de Buffon: 7 motivos para acompanhar o Italiano
– Disputa é pela artilharia: 7 motivos para acompanhar o Campeonato Alemão
– Sem Neymar, mas com Messi e Ronaldo: 7 motivos para acompanhar o Espanhol


Janela de transferências vira a maior da história e movimenta R$ 14,9 bi
Comentários Comente

Rafael Reis

Nunca o Mercado da Bola movimentou tanto dinheiro quanto nesta janela de transferências.

Com mais nove dias de negócios pela frente, o período de contratação de jogadores para a temporada 2017/18 do futebol europeu já é o maior da história da modalidade.

A atual janela de transferências já movimentou 4 bilhões de euros (R$ 14,9 bilhões) e superou o recorde estabelecido no meio do ano passado, quando todos os negócios de compra e empréstimo de atletas geraram 3,9 milhões de euros (R$ 14,5 bilhões).

Em cinco anos, o Mercado da Bola praticamente dobrou de tamanho. Vale lembrar que, em 2012/13, a soma dos valores de todas as transferências realizadas no período de junho a agosto mal chegou a 2,1 bilhão de euros (R$ 7,8 bilhões, na cotação atual).

A quebra do recorde nesta temporada está longe de ser uma surpresa, já que a atual janela de transferências já havia registrado a maior transação do futebol mundial em todos os tempos, a ida de Neymar para o Paris Saint-Germain por 222 milhões de euros (R$ 825 milhões).

E até 31 de agosto, data-limite para as contratações nas principais ligas nacionais da Europa, a tendência é que esses 4 bilhões de euros cresçam ainda mais, já que vários dos principais negócios prováveis desta janela, como as mudanças de clube de Mbappé, Diego Costa e Philippe Coutinho ainda não foram concretizadas.

O “Blog do Rafael Reis” publica semanalmente, sempre às terças-feiras, um balanço da janela de transferências da temporada 2017/18, com as principais negociações e valores desembolsados em compras e vendas de jogadores.

Saiba agora tudo que está rolando no Mercado da Bola.

AS 10 CONTRATAÇÕES MAIS CARAS DA TEMPORADA 2017/18
1º – Neymar (BRA/Paris Saint-Germain) – 222 milhões de euros
2º – Romelu Lukaku (BEL/Manchester United) – 84,7 milhões
3º – Álvaro Morata (ESP/Chelsea) – 65 milhões
4º – Benjamin Mendy (FRA/Manchester City) – 57,5 milhões
5º – Alexander Lacazette (FRA/Arsenal) – 53 milhões
6º – Kyle Walker (ING/Manchester City) – 51 milhões
7º – Bernardo Silva (POR/Manchester City) – 50 milhões
8º – Gylfi Sigurdsson (ISL/Everton) – 49,4 milhões
9º – Nemanja Matic (SER/Manchester United) – 44,7 milhões
10º – Leonardo Bonucci (ITA/Milan) – 42 milhões
Mohamed Salah (EGI, Liverpool) – 42 milhões

OS 10 BRASILEIROS MAIS CAROS DA TEMPORADA 2017/18
1º – Neymar (Paris Saint-Germain) – 222 milhões
2º – Paulinho (Barcelona) – 40 milhões de euros
Ederson (Manchester City) – 40 milhões de euros
4º – Danilo (Manchester City) – 30 milhões
5º – Dalbert (Inter de Milão) – 20 milhões
6º – Thiago Maia (Lille) – 14 milhões
7º – Bruno Peres (Roma) – 12,5 milhões
8º – Richarlison (Watford) – 12,4 milhões
9º – Douglas (Manchester City) – 12 milhões
10º – Gabriel Paulista (Valencia) – 11 milhões

OS 10 CLUBES QUE MAIS CONTRATARAM NA TEMPORADA 2017/18
1º – Manchester City (ING) – 244,3 milhões
2º – Paris Saint-Germain (FRA) – 238 milhões
3º – Milan (ITA) – 189,5 milhões
4º – Manchester United (ING) – 164,4 milhões
5º – Everton (ING) – 147,4 milhões
6º – Juventus (ITA) – 142,2 milhões
7º – Chelsea (ING) – 137 milhões
8º – Bayern de Munique (ALE) – 103,5 milhões
9º – Roma (ITA) – 88,6 milhões
10º – Barcelona (ESP) – 87,5 milhões

OS 10 CLUBES QUE MAIS VENDERAM NA TEMPORADA 2017/18
1º – Barcelona (ESP) – 226 milhões
2º – Monaco (FRA) – 174 milhões
3º – Juventus (ITA) –122,9 milhões
4º – Chelsea (ING) – 122,8 milhões
5º – Real Madrid (ESP) – 122 milhões
6º – Lyon (FRA) – 119,2 milhões
7º – Benfica (POR) – 114,1 milhões
8º – Roma (ITA) – 108,3 milhões
9º – Everton (ING) – 107,4 milhões
10º – Tottenham (ING) – 80,2 milhões

AS 10 LIGAS QUE MAIS GASTARAM NA TEMPORADA 2017/18
1º – Campeonato Inglês – 1,24 bilhão
2º – Campeonato Italiano – 790,3 milhões
3º – Campeonato Francês – 590,9 milhões
4º – Campeonato Alemão – 475,9 milhões
5º – Campeonato Espanhol – 429,9 milhões
6º – Campeonato Inglês (2ª divisão) – 182,1 milhões
7º – Campeonato Russo – 95,1 milhões
8º – Campeonato Turco – 82,3 milhões
9º – Campeonato Belga – 66,6 milhões
10º – Campeonato Português – 60 milhões
TOTAL: 4 bilhões de euros (R$ 14,9 bilhões)


Mais de Cidadãos do Mundo

5 novelas para acompanhar nos últimos 10 dias da janela de transferências
Novo Mbappé? 7 garotos que podem estourar na nova temporada europeia
Como surgiu a lenda que meia do PSG é uma mulher?
Companheiro de Neymar, goleiro do PSG namora com top model brasileira


5 novelas para acompanhar nos últimos 10 dias da janela de transferências
Comentários Comente

Rafael Reis

Neymar no Paris-Germain como a contratação mais cara da história do futebol mundial. O renascimento do Milan. A revolução comandada por Pep Guardiola no elenco do Manchester City. Os novos centroavantes de Manchester United, Chelsea e Arsenal.

Muita coisa já rolou na janela de transferências para a temporada 2017/18 do futebol europeu. Mas, faltando dez dias para o fechamento do período de negócios das principais ligas nacionais do Velho Continente, há também várias histórias que ainda não chegaram ao fim.

Apresentamos abaixo cinco novelas ainda abertas da janela de transferências e que têm só até o próximo dia 31 para chegarem a um desfecho.

A REPOSIÇÃO DO BARCELONA

A tão sonhada peça de reposição do Barcelona para o lugar de Neymar é uma das novelas mais empacadas desta janela. O clube catalão sonha com dois nomes, o brasileiro Philippe Coutinho e o francês Ousmane Dembélé e convenceu ambos a se mudar para a Catalunha. O problema é convencer seus clubes a liberá-los. O Liverpool já rejeitou três propostas do Barça por Coutinho, a última de 124 milhões de euros (R$ 461 milhões). Já o Dortmund quer 130 milhões de euros (R$ 483 milhões) por Dembélé. A situação já faz o Barcelona pensar em outras opções para o setor, como Ángel di María, do PSG.

O DESTINO DO FENÔMENO

Autor de seis gols na fase de mata-matas da Liga dos Campeões com apenas 18 anos, Kylian Mbappé foi a revelação do futebol mundial na temporada passada e entrou na mira de Real Madrid, Barcelona, Manchester City e PSG. O atacante dificilmente continuará no Monaco, tanto que nem foi relacionado para o confronto contra o Metz, na última sexta-feira. De acordo com o jornal “Mundo Deportivo”, o atacante francês já definiu seu futuro e será apresentado nesta semana pelo PSG, após o pagamento de 180 milhões de euros (R$ 670 milhões). Será?

O QUE SERÁ DE DIEGO COSTA?

Em guerra com o técnico Antonio Conte desde a reta final da temporada passada, o centroavante nem tem treinado ao lado dos seus companheiros de Chelsea e nem é mais tratado como um jogador do elenco do campeão inglês pelo treinador italiano. Diego Costa deseja retornar para o Atlético de Madri, só que o time espanhol foi punido pela Fifa e só poderá receber novos jogadores em janeiro. A opção para o brasileiro naturalizado espanhol é encontrar um clube para defender neste semestre e se mudar para a capital espanhola no início de 2018.

OS RESERVAS DO PSG

A volúpia do Paris Saint-Germain no Mercado da Bola transformou vários jogadores importantes do seu elenco em reservas que não enxergam muito futuro na capital francesa e precisam de uma mudança de ares para não prejudicar o desenvolvimento de suas carreiras. O primeiro deles, o meia Blaise Matuidi, já se mandou para a Juventus. Faltam Julian Draxler, Serge Aurier, Hatem Ben Arfa, Grzegorz Krychowiak, Lucas…

O ÚLTIMO DESEJO DE GUARDIOLA

O Manchester City já gastou 244 milhões de euros (R$ 907 milhões) em reforços. Mas Pep Guardiola ainda tem um desejo: Alexis Sánchez. A negociação está enrolada há semanas porque o Arsenal prefere perder seu principal jogador sem ganhar um centavo ao fim da temporada, quando termina o contrato do chileno, a negociá-lo com um rival direto da Inglaterra. Pep e o City têm dez dias para convencer o clube londrino a mudar de ideia.


Mais de Cidadãos do Mundo

Novo Mbappé? 7 garotos que podem estourar na nova temporada europeia
Como surgiu a lenda que meia do PSG é uma mulher?
Companheiro de Neymar, goleiro do PSG namora com top model brasileira
Mercado da Bola já movimentou R$ 12,8 bi; veja os reforços mais caros