Blog do Rafael Reis

Arquivo : janela de janeiro

Janela já movimentou R$ 1,8 bi em janeiro; Flamengo está no top 10
Comentários Comente

Rafael Reis

O futebol brasileiro tem ajudado a alavancar o mercado global de transferências da janela de janeiro.

O país pentacampeão mundial é o único com mais de um jogador no top 10 dos negócios mais caros desse período de transferências.

Crédito: Divulgação

O meia Lucas Paquetá, que trocou o Flamengo pelo Milan em uma transação de 35 milhões de euros (R$ 151 milhões), é o segundo colocado no ranking.

Já Anderson Talisca, que estava emprestado pelo Benfica ao Guangzhou Evergrande e agora teve seus direitos econômicos comprados pelos chineses por 19,2 milhões de euros (R$ 83,1 milhões), ocupa a quarta posição na lista.

O Brasil também aparece na sétima colocação do ranking, mas aí como nacionalidade do clube comprador (Flamengo) do meia uruguaio Giorgian de Arrascaeta, ex-Cruzeiro, negociado por 15 milhões de euros (R$ 65 milhões), aquisição mais cara da história do futebol nacional.

Além de dois brasileiros e de um uruguaio, o top 10 das maiores contratações da janela de transferências de janeiro pelo mundo conta com jogadores dos Estados Unidos, da Inglaterra, de Mali, da Espanha, da República Democrática do Congo, da Argentina e do México.

O maior negócio deste mês foi a venda do meia norte-americano Christian Pulisic, do Borussia Dortmund, para o Chelsea. O jogador, no entanto, continuará na Alemanha por empréstimo até o fim da temporada.

A transferência do lateral direito Benjamin Pavard, campeão mundial pela seleção francesa e atualmente no Stuttgart, para o Bayern de Munique, que foi anunciada na última quarta-feira, não foi contabilizada, já que o negócio será concretizado apenas na próxima janela de transferências, em julho.

No total, o Mercado da Bola já movimentou em janeiro-2019 pouco mais de 430 milhões de euros (R$ 1,8 bilhão). Doze meses atrás, a janela de início de ano ultrapassou 720 milhões de euros (R$ 3,1 bilhões) em negócios.

AS 10 CONTRATAÇÕES MAIS CARAS DA JANELA DE JANEIRO/2019

1 – Christian Pulisic (EUA, Chelsea) – 64 milhões de euros
2 – Lucas Paquetá (BRA, Milan) – 35 milhões
3 – Dominic Solanke (ING, Bournemouth) – 21,2 milhões
4 – Talisca (BRA, Guangzhou Evergrande) – 19,2 milhões
5 – Amadou Haidara (MAL, RB Leipzig) – 18 milhões
6 – Brahim Díaz (ESP, Real Madrid) – 17,3 milhões
7 – Giorgian de Arrascaeta (URU, Flamengo) – 15 milhões
8 –  Benik Afobe (RDC, Stoke City) – 13,5 milhões
9 – Maximiliano Meza (ARG, Monterrey) – 13,1 milhões
10 – Victor Dávila (MEX, Pachuca) – 10,6 milhões
TOTAL: 434,6 milhões


Mais de Cidadãos do Mundo

Por onde andam 7 ex-jogadores do Liverpool que “sumiram”?
Penta, Messi deixa brasileiro para trás e vira líder da Chuteira de Ouro
As 10 transferências mais caras da história da janela de janeiro
Como zagueiro de R$ 336 milhões ficou barato para o Liverpool


Por que 2018 está tendo a janela de janeiro mais movimentada da história?
Comentários Comente

Rafael Reis

Apesar de ainda faltar um dia para o encerramento da janela de transferências de janeiro, já é possível dizer que 2018 teve o mercado de inverno europeu mais movimentado de todos os tempos.

Mesmo que o volume de dinheiro das negociações (650 milhões de euros, só nas cinco maiores ligas do Velho Continente, até a última segunda-feira) ainda não tenha superado os 675 milhões de euros de 2017, nunca houve tantas transações milionárias quanto neste ano.

Só o antigo recorde de contratação mais cara da história de janeiro na Europa, a ida de Fernando Torres para o Chelsea por 58,5 milhões de euros, que perdurou entre 2011 e 2017, foi superado três vezes ao longo do mês.

Diego Costa trocou o Chelsea pelo Atlético de Madri por 66 milhões de euros. O zagueiro holandês Virgil van Dijk, ex-Southampton, custou 78,8 milhões de euros ao Liverpool. E o Barcelona pagou 160 milhões de euros para ter Philippe Coutinho.

Além desses três negócios, houve pelo menos mais uma transferência envolvendo um jogador de primeiro escalão do futebol mundial: a saída do atacante chileno Alexis Sánchez do Arsenal rumo ao Manchester United –em troca pelo meia armênio Henrikh Mkhitaryan.

Para completar, há ainda a novela sobre a possível transferência do atacante gabonês Pierre-Emerick Aubamyang do Borussia Dortmund para o Arsenal, que ficou para os últimos dias de janeiro.

Mas, afinal, por que uma janela que normalmente é destinada para pequenas transações de jogadores pouco utilizados e remodelagens pontuais de elenco acabou sendo tão movimentada nesta temporada?

São duas as principais explicações para esse fenômeno.

A primeira é que a janela de julho/agosto foi insuficiente para finalizar todos os negócios que estavam em andamento no verão europeu. As transações de Coutinho, Alexis Sánchez e Aubameyang, por exemplo, vinham se arrastando há meses e já poderiam ter sido acertadas na janela passada.

A volta de Diego Costa ao Atético de Madri também não é “coisa de agora”. A transferência do centroavante só foi concretizada neste mês porque o clube espanhol estava proibido de contratar no meio de 2017 –cumpria uma sanção imposta pela Fifa.

O segundo fator responsável pela movimentação histórica nesta janela é a inflação no Mercado da Bola determinada pela transferência de Neymar.

Desde que o atacante brasileiro protagonizou a transferência de 222 milhões de euros, a maior da história, para o Paris Saint-Germain, quase seis meses atrás, os valores das transações dos outros grandes jogadores do planeta subiram drasticamente.

Em julho passado, Coutinho certamente não custaria 160 milhões de euros. E nem Van Dijk valeria 78,8 milhões de euros. Esses são os valores deles já atualizados pelo “fator Neymar”.

É a soma dessas questões e a fome intensa de clubes como Barcelona e Manchester Uniter por reforços que transformou janeiro de 2018 na janela de inverno mais intensa da história do futebol europeu.

OS 10 REFORÇOS MAIS CAROS DE JANEIRO-2018 NA EUROPA

1º – Philippe Coutinho (BRA/Barcelona) – 160 milhões de euros
2º – Virgil van Dijk (HOL/Liverpool) – 78,8 milhões de euros
3º – Diego Costa (ESP/Atlético de Madri) – 66 milhões de euros
4º – Theo Walcott (ING/Everton) – 22,5 milhões de euros
5º – Cenk Tosun (TUR/Everton) – 22 milhões de euros
Guido Carrillo (ARG/Southampton) – 22 milhões de euros
7º – Manuel Akanji (SUI/Borussia Dortmund) – 21,5 milhões de euros
8º – Pietro Pellegri (ITA/Monaco) – 21 milhões de euros
9º – Jürgen Locadia (HOL/Brighton) – 17 milhões de euros
10º – Ross Barkley (ING/Chelsea) – 16,9 milhões de euros


Mais de Clubes

– Fundo do poço? 7 clubes de futebol que faliram e conseguiram renascer
– Amado ou odiado? Com Neymar, PSG tem maior média de público de sua história
– Como River superou investimento do Palmeiras e virou o “PSG das Américas”
– Falido, time que mostrou ao mundo Baggio e Paolo Rossi tem data para acabar


Por que o Brasil é o “rei” do mercado na janela de janeiro?
Comentários Comente

Rafael Reis

No último sábado, o Barcelona enfim anunciou a contratação de Philippe Coutinho. O valor do negócio, 160 milhões de euros (R$ 624 milhões), na soma de pagamento imediato e bônus por metas cumpridas, transformou o ex-camisa 10 do Liverpool no reforço mais caro da história da janela de inverno do futebol europeu.

Mas a presença de um brasileiro no topo do ranking desse mercado, tradicionalmente menor do que o de julho e agosto, quando as equipes do Velho Continente realmente montam seus elencos para temporada, não chega a ser surpresa.

Nada menos do que cinco dos dez maiores negócios da janela de janeiro em todos os tempos envolveram jogadores nascidos no único país pentacampeão mundial de futebol.

Três deles estão no top 5. Quem puxa a fila, claro, é Philippe Coutinho. Diego Costa, que nasceu no Sergipe, mas hoje defende a seleção espanhola, é o terceiro colocado, graças à sua transferência de 66 milhões de euros (R$ 257 milhões) do Chelsea para o Atlético de Madri, que foi fechada em setembro, mas só pode ser registrada no início do mês.

Já o meia Oscar é o quarto no ranking. Sua ida do Chelsea para o Shanghai SIPG, em janeiro de 2017, movimentou 60 milhões de euros (R$ 234 milhões) e foi durante um ano a transferência mais cara da história das janelas de janeiro.

O caso do ex-jogador de São Paulo e Internacional apresenta uma das explicações para o sucesso brasileiro nos mercados de início de ano.

Oscar se transferiu para a China em janeiro porque o gigante asiático adota um calendário anual no futebol (semelhante ao do Brasil e diferente das principais ligas europeias) e costuma fazer suas contratações mais caras nessa época do ano.

É por isso que três dos dez maiores negócios de janeiro foram feitos por clubes chineses. E dois deles (Oscar e Alex Teixeira) envolvem jogadores brasileiros, a nacionalidade preferida dos times do Oriente na hora de contratar.

Excluindo os brasileiros, o reforço mais caro da história do mercado de inverno do Hemisfério Norte é o zagueiro holandês Virgil van Dijk, que recentemente trocou o Southampton pelo Liverpool.

A lista dos dez jogadores mais caros da história dessa janela conta ainda com o espanhol Fernando Torres, o colombiano Jackson Martínez, o inglês Andy Carroll, o alemão Julian Draxler e o brasileiro Lucas.

TOP 10 CONTRATAÇÕES DA HISTÓRIA DA JANELA DE JANEIRO

1º – Philippe Coutinho (BRA, 2018, Barcelona): 160 milhões de euros
2º – Virgil van Dijk (HOL, 2018, Liverpool): 84 milhões
3º – Diego Costa (ESP, 2018, Atlético de Madri): 66 milhões
4º – Oscar (BRA, 2017, Shanghai SIPG): 60 milhões
5º – Fernando Torres (ESP, 2011, Chelsea): 58,5 milhões
6º – Alex Teixeira (BRA, 2016, Jiangsu Suning): 50 milhões
7º – Jackson Martínez (COL, 2016, Guangzhou Evergrande): 42 milhões
8º – Andy Carroll (ING, 2011, Liverpool): 41 milhões
9º – Julian Draxler (ALE, 2017, PSG): 40 milhões
Lucas (BRA, 2013, PSG): 40 milhões


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– Com Neymar, ataque do PSG cresce 53% e vira o melhor da Europa
– Coutinho já foi visto como decepção na Europa e esperou 9 meses por 1º gol
– “Terceiro atacante”, Paulinho finaliza como centroavante no Barcelona
– Em campo no Réveillon, ex-Palmeiras diz que merece chance na seleção


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>