Blog do Rafael Reis

Arquivo : dória

7 crias do Botafogo que estão bombando (ou se perderam) fora do Brasil
Comentários Comente

Rafael Reis

Por onde anda aquele garoto que brilhou nas categorias de base do meu time e logo foi vendido para o exterior? Será que ele virou um jogador importante por lá? Ou será que se tornou apenas mais um dentre tantos brasileiros espalhados pelo Mundo da Bola?

É para responder perguntas como essas que o “Blog do Rafael Reis” mostra desde julho os paradeiros das crias dos 12 maiores clubes do Brasil.

No sétimo capítulo da série, localizamos sete jogadores formados no Botafogo, um time que não vem mostrando nos últimos anos um trabalho sólido na revelação de jovens valores. Na próxima quarta-feira, será a vez do Grêmio.

DÓRIA
Zagueiro
22 anos
Olympique de Marselha (FRA)

Talvez o jogador mais conhecido que saiu das categorias de base do Botafogo neste século, o zagueiro foi um dos destaques do Estadual do Rio de Janeiro de 2013 e, antes mesmo de completar 20 anos, foi negociado com o Olympique de Marselha. Com dificuldade de adaptação ao clube francês, já foi emprestado duas vezes, para São Paulo e Granada. Atualmente, é reserva do time dirigido por Rudi Garcia.

VITINHO
Atacante
23 anos
CSKA Moscou (RUS)

De trajetória semelhante à de Dória, surgiu como um furacão no Botafogo em 2013 e foi vendido para o CSKA Moscou no mesmo ano. Depois de uma temporada e meia na Rússia, acabou cedido por empréstimo ao Internacional, onde jogou em 2015 e 2016. Após o rebaixamento do clube gaúcho, retornou para o país da Copa-2018. Tem sido titular na maioria das partidas do CSKA neste início de temporada.

LYANCO
Zagueiro
20 anos
Torino (ITA)

Apesar de conhecido por sua passagem pelo São Paulo, o zagueiro foi formado nas categorias de base do Botafogo. Lyanco deixou o clube carioca em 2015, antes mesmo de estrear entre os profissionais, devido a atrasos salariais. Negociado pelo São Paulo com o Torino por 7 milhões de euros (quase R$ 26 milhões), ele irá estrear no futebol europeu nesta temporada.

LUIS HENRIQUE
Atacante
19 anos
Feirense (POR)

Surgiu como uma grata revelação na Série B de 2015 e chegou a disputar o Mundial sub-17 daquele ano. Só que na temporada seguinte, Luis Henrique perdeu espaço no Botafogo, rescindiu seu contrato e foi parar no Atlético-PR. Também muito sucesso no Paraná, acabou desembarcando na Europa para defender o nanico Feirense. Na primeira rodada do Campeonato Português, ficou no banco.

CIDINHO
Meia-atacante
24 anos
Béziers (FRA)

Fez muito sucesso nas categorias de base do Botafogo, mas nunca conseguiu explodir no time profissional, apesar de ter feito parte do elenco campeão estadual de 2013. Depois de uma rápida experiência no ano passado pelo futebol iraniano, assinou no começo de 2017 com o AS Béziers para disputar a terceira divisão do Campeonato Francês.

RENAN
Goleiro
28 anos
Ludogorets (BUL)

Estreou no time profissional do Botafogo com 18 anos, conquistou dois títulos estaduais e foi reserva de Jefferson durante a maior parte de sua passagem pelo clube. Em 2016, resolveu se aventurar no Avaí e, no início deste ano, mudou-se para a Bulgária. Atualmente, é o primeiro reserva do gol do Ludogorets, atual hexacampeão nacional e que conta com oito brasileiros no elenco.

GERSON
Zagueiro
25 anos
Gangwon (CDS)

Jogador de sucesso nas categorias de base do Botafogo, negociou ainda adolescente com alguns dos clubes mais poderosos do mundo chegou a passar por PSV Eindhoven e Atlético de Madri. Desde 2015, é contratado do Lechia Gdansk, quarto colocado do Campeonato Polonês. Mas, nesta temporada, está emprestado ao Gangwon, um time de meio de tabela na liga sul-coreana.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

1º brasileiro no PSG perdeu tudo e teve de vender até medalha da Copa-1970
– 7 crias do Vasco que estão bombando (ou se perderam) fora do Brasil
– Recordista, Neymar foi mais caro que custo de elenco de 18 times do Francês
– 7 crias do Fluminense que hoje brilham (ou não) no futebol do exterior


Precisando de zagueiro? 5 beques brasileiros para seu time buscar na Europa
Comentários Comente

Rafael Reis

Seu time está com problemas defensivos e precisará ir ao mercado em busca de reforços para o setor para a disputa do Campeonato Brasileiro, a partir do próximo mês?

Talvez seja legal ele dar uma olhada para o futebol europeu. Afinal, a valorização do zagueiro brasileiro, puxada pelo sucesso internacional de nomes como Thiago Silva e Marquinhos, fez com que muitos deles tentassem a sorte no exterior nos últimos anos. Só que nem todos conseguiram se firmar.

Listamos abaixo cinco zagueiros brasileiros que atuam hoje nos grandes centros da Europa, já demonstraram potencial, mas não vivem o melhor momento de suas carreiras. Até por isso, talvez estejam dispostos para retornar para casa ainda neste ano.

RHODOLFO
30 anos
Besiktas (TUR)

Vendido em 2015 ao futebol turco, o ex-jogador de São Paulo e Grêmio vinha bem no Besiktas até romper o ligamento do joelho, em fevereiro do ano passado. Desde que voltou, não teve sequência na equipe e passou a ser utilizado com frequência apenas em jogos da Copa da Turquia. Apesar de ainda ter um ano de contrato, deve ser liberado para defender outro clube a partir de junho.

DÓRIA
22 anos
Olympique de Marselha (BRA)

O zagueiro revelado pelo Botafogo e que pintou como uma das grandes revelações do futebol brasileiro há três anos já foi emprestado duas vezes (São Paulo e Granada) desde sua contratação pelo Olympique de Marselha, em setembro de 2014. Na atual temporada, começou como titular, chegou a ser testado na lateral esquerda, mas acabou perdendo espaço e virando reserva. Certamente, não está satisfeito com a situação, o que pode facilitar uma transferência.

LEANDRO CASTÁN
30 anos
Torino (ITA)

O ex-jogador do Corinthians ainda tenta retomar a melhor fase de carreira após uma cirurgia no cérebro que o deixou praticamente um ano parado, entre 2014 e 2015. Vinculado à Roma, Leandro Castán está emprestado desde o início da temporada ao Torino. Apesar de ter sido titular durante a maior parte do Campeonato Italiano, o brasileiro perdeu espaço na equipe depois de uma lesão muscular sofrida em janeiro e passou as últimas rodadas no banco de reservas.

ADERLAN SANTOS
27 anos
Valencia (ESP)

Praticamente desconhecido no futebol brasileiro, fez sucesso no futebol português vestindo a camisa do Braga e acabou contratado dois anos atrás pelo Valencia por 9,5 milhões de euros (R$ 31,6 milhões). Após uma boa temporada de estreia na Espanha, Aderlan afundou com a equipe alvinegra nos últimos meses e disputou apenas 12 partidas em 2016/17.

JARDEL
31 anos
Benfica (POR)

Um dos jogadores mais antigos do elenco do Benfica, defende o clube lisboeta desde 2011 e já foi até cotado para defender a seleção portuguesa. Até a temporada passada, formava com Luisão a dupla de zaga titular da equipe encarnada. No entanto, perdeu espaço nos últimos meses e tem disputado apenas partidas menores, válidas das copas nacionais.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– Não é só na seleção: Como Paulinho virou “homem-gol” na China
– 7 brasileiros que devem “bombar” na próxima janela de transferências
“Rei das estreias”, Pato enfrenta jejum de gols inédito na China
– Neymar sofre recorde de faltas e é o jogador que mais apanha na Europa


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>