Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Por onde anda o quarteto de argentinos que Gareca levou ao Palmeiras?

Rafael Reis

07/07/2019 04h00

Muito antes de levar a seleção peruana à decisão da Copa América, a partir das 17h deste domingo, contra o Brasil, no Maracanã, o argentino Ricardo Gareca já era um velho conhecido do torcedor brasileiro.

O argentino, que comanda o Peru desde 2015 e teve como grande feito classificar a equipe de Paolo Guerrero para a Copa do Mundo-2018, teve uma rápida passagem pelo Palmeiras em 2014.

Os dias de Gareca no futebol brasileiro foram curtos. O treinador ficou no cargo por somente três meses e acumulou quatro vitórias, um empate e oito derrotas em 13 partidas disputadas.

Mas, apesar do pouco tempo, o argentino encheu o clube de compatriotas. Foram quatro contratações realizadas a pedido do comandante: Jonatan Cristaldo, Pablo Mouche, Agustín Allione e Fernando Tobio.

No dia em que Gareca pode conquistar o título mais importante de sua carreira, o "Blog do Rafael Reis" mostra os paradeiros do quarteto de jogadores que o Palmeiras contratou por sua indicação.

JONATAN CRISTALDO
Atacante
30 anos
Racing (ARG)

Crédito: Divulgação

Ao contrário dos compatriotas, Churry conquistou a torcida palmeirense, que se encantou com a garra dentro de campo e o bom humor nas redes sociais mostrados pelo ataque. Cristaldo vestiu verde até 2016, quando foi negociado com o Cruz Azul (México). Desde então, também passou por Monterrey, Vélez Sarsfield, enfrentou um quadro de depressão e ficou seis meses desempregado até desembarcar no Racing, no meio do ano passado. Atualmente, está em negociações no clube argentino para permanecer por lá no segundo semestre.

FERNANDO TOBIO
Zagueiro
29 anos
Toluca (MEX)

Crédito: Divulgação

Apesar de só ter jogado no Palmeiras durante um ano, permaneceu vinculado ao atual campeão brasileiro até julho de 2018. Nesse período, foi emprestado durante duas temporadas para o Boca Juniors e uma para o Rosario Central. Depois de rescindir contrato no Brasil, Tobio se mandou para o México. No Toluca, costuma ser titular na maioria das partidas e já marcou dois gols.

PABLO MOUCHE
Atacante
31 anos
Colo-Colo (CHI)

Crédito: Divulgação

O atacante, que acumulava cinco jogos pela seleção argentina quando desembarcou no Palmeiras, virou uma espécie de andarilho da bola desde que deixou o clube alviverde. Nos últimos três anos, Mouche defendeu seis clubes de quatro países diferentes: Lanús, Banfield e San Lorenzo (Argentina), Estrela Vermelha (Sérvia), Olimpia (Paraguai) e Colo-Colo (Chile), onde está desde fevereiro. Agora, segundo a rádio ADN, pode se mandar para Bélgica ou Turquia.

AGUSTÍN ALLIONE
Meia-atacante
24 anos
Rosario Central (ARG)

Crédito: Ronny Santos/Folhapress

O mais jovem do quarteto argentino levado por Gareca foi também quem mais jogou no Palmeiras, clube com quem ainda tem contrato até o próximo ano. Allione fez parte do elenco alviverde de 2014 a 2017, quando foi emprestado ao Bahia. Em janeiro, retornou ao Palestra. Mas, fora dos planos do técnico Luiz Felipe Scolari, acabou cedido ao Rosario Central, onde ficou a maior parte do tempo no banco de reservas e colheu resultados bem negativos no primeiro semestre.


Mais de Cidadãos do Mundo

4º mais caro da história, teen português terá multa de R$ 1,5 bi no Atleti
Quem a China já contratou e quer contratar nesta janela de transferências?
Por onde andam 7 ídolos históricos do Milan?
O contrato acabou: 7 estrelas do futebol mundial que estão desempregadas

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis