Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Por onde andam 7 ídolos históricos do Manchester United?

Rafael Reis

2002-05-20T19:04:20

02/05/2019 04h20

Eles já penduraram as chuteiras e abandonaram o futebol profissional. Mesmo assim, continuam sendo amados e idolatrados pelos torcedores dos clubes onde marcaram gols, fizeram defesas milagrosas, conquistaram títulos importantes e escreveram seus nomes na história.

Desde o começo de abril, o "Blog do Rafael Reis" publica semanalmente a seção "Por Onde Andam os ídolos?". Ao longo dos próximos meses, mostraremos os paradeiros dos maiores nomes de todos os tempos dos times mais importantes do futebol europeu.

Hoje, apresentamos o destino de sete ídolos históricos do Manchester United. Na próxima semana, será a vez de fazer o mesmo com jogadores que construíram a trajetória do Chelsea.

RYAN GIGGS
45 anos
Ex-meia
Galês

Crédito: Getty Images

Poucos jogadores ao longo da história foram tão identificados com um clube quanto Ryan Giggs com o Manchester United. O eterno camisa 11 passou 24 anos vestindo a tradicional camisa vermelha e nunca defendeu uma outra equipe como profissional. Não à toa, é o jogador que mais atuou pelo United em todos os tempos (963 partidas) e também o que mais taças levantou (34, com direito a duas Ligas dos Campeões e 13 edições do Campeonato Inglês). Aposentado desde 2014, chegou a trabalhar no clube de sua vida como auxiliar e técnico-interino. Desde o ano passado, dirige a seleção de Gales.

DAVID BECKHAM
43 anos
Ex-meia
Inglês

Crédito: Jon Super/AP

Entre o fim da década de 1990 e o começo dos anos 2000, era ele o rosto do Manchester United, então o clube de futebol mais poderoso do mundo. O meia inglês (e astro publicitário de primeira grandeza) foi o grande responsável pelo processo de internacionalização do United e fez com que ele se transformasse em um fenômeno na Ásia. Depois de pendurar as chuteiras, Beckham virou um homem de negócios. Além das campanhas que ainda protagoniza como modelo, ele é proprietário e presidente do Inter Miami, time norte-americano que estreia em 2020 na Major League Soccer (MLS).

ERIC CANTONA
52 anos
Ex-atacante
Francês

Crédito: Getty Images

Foi o grande nome do United no começo dos anos 1990 e o protagonista das primeiras conquistas da "era Ferguson". Conhecido pelo gênio forte e pelo temperamento difícil, é lembrado até hoje pela voadora que deu em um torcedor e que lhe rendeu uma suspensão de oito meses. Desde que largou os gramados, Cantona já fez de tudo um pouco: produziu e dirigiu documentários, jogou futebol de areia, tentou uma carreira política, foi dirigente de um time norte-americano e, principalmente, trabalhou como ator de cinema (participou de 29 filmes desde 2005).

PAUL SCHOLES
44 anos
Ex-meia
Inglês

Crédito: Laurence Griffiths/Getty Images

Assim como Giggs, dedicou toda sua carreira como profissional ao United e tem seu nome grafado em um lugar de destaque na história do clube. Scholes é o terceiro jogador que mais vestiu a camisa vermelha ao longo da história, com 718 atuações. Tal qual o galês, também trabalhou fora dos gramados na equipe de Manchester e foi auxiliar técnico das equipes sub-23 e principal. Neste ano, dirigiu durante um mês o Oldham Athletic, da quarta divisão inglesa. Após sete jogos e somente uma vitória, foi demitido.

BOBBY CHARLTON
81 anos
Ex-atacante
Inglês

Crédito: Getty Images

Sobrevivente do acidente aéreo que matou 44 pessoas e dizimou praticamente todo o elenco do Manchester United em 1958, virou um dos maiores nomes da história do clube e também do futebol inglês como um todo. Integrante da seleção que conquistou o título mundial de 1966, é o segundo jogador com mais partidas (758) e também o segundo maior artilheiro (249 gols) dos "Red Devils". Bobby Charlton teve duas experiências como técnico, mas não brilhou no comando de Preston North End e Wigan. Desde 1984, integra a diretoria do United.

DENIS LAW
79 anos
Ex-atacante
Escocês

Crédito: Reprodução

Eleito pela Federação Escocesa de Futebol como o maior jogador da história do país, o ex-centroavante fez parte do elenco do Manchester United que ganhou o título europeu de 1968 e é o terceiro maior artilheiro do clube (237 gols). Enquanto vestia a camisa vermelha, Law também ganhou a Bola de Ouro-1964, então dada ao melhor jogador da Europa. Depois da aposentadoria, o escocês construiu uma carreira trabalhando como apresentador de programas esportivos na TV e na rádio britânica.

ALEX FERGUSON
77 anos
Ex-técnico
Escocês

Crédito: Osman Orsal/Reuters

Fergie nunca jogou pelo Manchester United. Mesmo assim, não poderia ficar de fora de uma lista de grandes ídolos do clube. Entre 1986 e 2013, foi esse escocês que deu as cartas e mudou a história do clube. Durante o período em que foi treinado por Ferguson, os "Red Devils" ganharam 13 edições do Campeonato Inglês e se sagraram campeões europeus em duas oportunidades. O ídolo deixou o cargo em julho de 2013, mas ainda faz parte da diretoria do United e é frequentemente visto em Old Trafford assistindo à equipe que ainda tenta encontrar um rumo sem ele.


Mais de Cidadãos do Mundo

Champions vira maior aliada de Mbappé na briga por Chuteira de Ouro
7 jogadores de futebol que são fanáticos por games
"Novo CR7" nasceu rico, viajava 1.300 km para treinar e vale R$ 530 milhões
Por onde andam 7 ídolos históricos do Manchester City?

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis