Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Janela de transferências chega a R$ 4,1 bi; veja os 10 reforços mais caros

Rafael Reis

30/01/2019 04h20

A um dia do encerramento da janela de transferências para a segunda metade da temporada 2018/19 dos principais campeonatos nacionais da Europa (e, consequentemente, do planeta), o Mercado da Bola global movimentou em janeiro um total de 960 milhões de euros (R$ 4,1 bilhões) em compras e empréstimos de jogadores.

O valor é irrisório na comparação com o montante das transferências de um ano atrás. No inverno europeu de 2018 (verão, para o Hemisfério Sul), as transações entre clubes de todo o mundo fizeram girar cerca de 1,6 bilhão de euros (R$ 6,8 bilhões).

Crédito: Divulgação

A queda de 40% no volume de negócios está ligada à redução na quantidade de transferências milionárias registradas no período.

Enquanto no ano passado, Philippe Coutinho (Barcelona), Virgil van Dijk (Liverpool), Diego Costa (Atlético de Madri), Aymeric Laporte (Manchester City) e Pierre-Emerick Aubameyang (Arsenal) protagonizaram transferências que ultrapassaram os 60 milhões de euros (R$ 257 milhões), desta vez o valor só foi alcançado em um negócio: a saída do meia norte-americano Christian Pulisic, do Borussia Dortmund, rumo ao Chelsea –apesar de o dinheiro já ter caído na conta dos alemães, ele continuará emprestado ao líder da Bundesliga até o fim da temporada.

A outra transação que alcançou esse patamar, a venda do meia holandês Frenkie de Jong (Ajax) para o Barcelona, por 75 milhões de euros (R$ 322 milhões), foi fechada agora, mas só será concretizada na próxima janela de transferências, em julho.

Neste mês de janeiro, só seis transações chegaram a 20 milhões de euros (R$ 85,8 milhões), um valor já não mais tão expressivo assim no mercado da bola. Além de Pulisic, apenas os brasileiros Paulinho (Guangzhou Evergrande) e Lucas Paquetá (Milan), o argentino Leandro Paredes (PSG), o polonês Krzysztof Piatek (Milan) e o inglês Dominic Solanke (Bournemouth) atingiram essa casa.

Só que a queda em relação ao ano passado está mais ligada à excepcionalidade do que aconteceu no ano passado do que à frieza do mercado das últimas semanas.

Tradicionalmente, o mercado de inverno na Europa não costuma ser utilizado para montagem de elencos. Seu intuito é fazer apenas pequenos ajustes, com compras, vendas e empréstimos pontuais de jogadores. Em 2018, essa tradição foi quebrada por fatores específicos (como o efeito dominó da ida de Neymar para o PSG, meses antes). Na atual janela, tudo voltou ao normal.

O período de transferências dos principais países do Velho Continente (Espanha, Itália, Inglaterra, Alemanha e França) vai até o dia 31 de janeiro. No Brasil, o mercado para a chegada de jogadores vindos do exterior fica aberto até o começo de abril.

AS 10 CONTRATAÇÕES MAIS CARAS DA JANELA DE JANEIRO/2019

1 – Christian Pulisic (EUA, Chelsea) – 64 milhões de euros
2 – Leandro Paredes (ARG, Paris Saint-Germain) – 47 milhões
3 – Paulinho (BRA, Guangzhou Evergrande) – 42 milhões
4 – Lucas Paquetá (BRA, Milan) – 35 milhões
Krzysztof Piatek (POL, Milan) – 35 milhões
6 – Dominic Solanke (ING, Bournemouth) – 21,2 milhões
7 – Talisca (BRA, Guangzhou Evergrande) – 19,2 milhões
8– Amadou Haidara (MAL, RB Leipzig) – 18 milhões
9 – Brahim Díaz (ESP, Real Madrid) – 17 milhões
Emiliano Sala (ARG, Cardiff City) – 17 milhões
TOTAL: 960 milhões

OS 10 BRASILEIROS MAIS CAROS

1 – Paulinho (BRA, Guangzhou Evergrande) – 42 milhões de euros
2 – Lucas Paquetá (BRA, Milan) – 35 milhões
3 – Talisca (BRA, Guangzhou Evergrande) – 19,2 milhões
4 – Ayrton Lucas (BRA, Spartak Moscou) – 7 milhões
5 – Pablo (BRA, São Paulo) – 6 milhões
6 – Carlos Eduardo (BRA, Palmeiras) – 5,7 milhões
7 – Bruno Henrique (BRA, Flamengo) – 5,3 milhões
8 – Rodrigo Caio (BRA, Flamengo) – 5 milhões
Rodriguinho (BRA, Cruzeiro) – 5 milhões
10 – Matheus Fernandes (BRA, Palmeiras) – 4 milhões
Marcão (BRA, Galatasaray) – 4 milhões

OS 10 CLUBES MAIS GASTÕES

1 – Chelsea (ING) – 73 milhões de euros
2 –  Milan (ITA) – 70 milhões
3 – Guangzhou Evergrande (CHN) – 61,2 milhões
4 – Paris Saint-Germain (FRA) – 47 milhões
5– Bournemouth (ING) – 21,2 milhões
6 – Al-Ittihad (ARA) – 33,1 milhões
7 – Flamengo (BRA) – 25,3 milhões
8 – Stoke City (ING)– 24,2 milhões
9 – Cruz Azul (MEX) – 23,9 milhões
10 – Guangzhou R&F (CHN) – 21,9 milhões

OS 10 CLUBES MAIS VENDEDORES

1 – Borussia Dortmund (ALE) – 64 milhões de euros
2 –  Zenit São Petersburgo (RUS) – 47 milhões
3 – Barcelona (ESP) – 43 milhões
4 – Flamengo (BRA) – 35 milhões
Genoa (ITA) – 35 milhões
6 – Boca Juniors (ARG) – 25,5 milhões
7 – Cruzeiro (BRA) – 20,5 milhões
8 – Red Bull Salzburg (AUT) – 20,2 milhões
9 – Galatasaray (TUR)– 20 milhões
10 – Juventus (ITA) – 18,5 milhões


Mais de Cidadãos do Mundo

"Velhinho"quebra recorde na Itália e chega ao pódio da Chuteira de Ouro
5 novelas para acompanhar na reta final da janela de transferências
Bons e baratos: 5 destaques da Copa da Ásia para seu time contratar
Quanto calça aquele craque? Conheça os jogadores mais "pezudos" do futebol

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis