Blog do Rafael Reis

Além de Sampaoli: 5 técnicos estrangeiros para dirigir seu time em 2019

Rafael Reis

Comandante da seleção argentina na última Copa do Mundo, Jorge Sampaoli chega para ser o técnico do Santos na próxima temporada e engrossará a lista de estrangeiros que passaram pelos bancos de reservas do futebol brasileiro nos últimos anos.

Mas o ex-chefe de Lionel Messi e Ángel di María não é o único nome interessante existente no mercado sul-americano que pode dar o ar das graças por aqui no ano que vem.

O “Blog do Rafael Reis” lista abaixo outros cinco técnicos do nosso continente que seriam aquisições interessantes do ponto de vista tático e comportamental para os times brasileiros em 2019.

GUILLERMO BARROS SCHELOTTO
Argentino
45 anos
Sem clube

Crédito: AFP

Vice-campeão da última Libertadores, ganhou dois títulos argentinos com o Boca Juniors em três anos de trabalho. Ídolo do clube desde os tempos de jogador, anunciou sua saída na semana passada e virou a bola da vez do mercado sul-americano de treinadores. Jovem e inteligente taticamente, Schelotto tem como único porém do seu trabalho a dificuldade que teve de lidar com as estrelas Carlos Tevez e Fernando Gago durante sua passagem pela Bombonera.

ARIEL HOLAN
Argentino
58 anos
Independiente (ARG)

Crédito: Marcos Brindicci/Reuters

Chegou a ser cogitado para dirigir o Santos antes de o clube da Baixada anunciar a contratação de Sampaoli. Holan também já esteve na mira do Flamengo. Apesar de trabalhar como técnico há apenas três anos, o ex-auxiliar vem fazendo sucesso e já possui um título da Copa Sul-Americana no currículo (2017). O treinador ainda tem contrato com o Independiente, mas vale lembrar que o mercado brasileiro paga muito melhor que o argentino.

JOSÉ PÉKERMAN
Argentino
69 anos
Sem clube

Crédito: Jamie McDonald/Getty Images

Esse é um bom nome para quem deseja um treinador experiente para a próxima temporada. Pékerman comandou a Colômbia nas últimas duas Copas do Mundo e também dirigiu a Argentina entre 2004 e 2006.  O veterano está sem trabalho desde setembro, quando deixou a seleção de James Rodríguez e Radamel Falcao García. De acordo com vários veículos argentinos, ele é o favorito da diretoria do Boca Juniors para 2019.

JULIO COMESAÑA
Uruguaio
70 anos
Junior Barranquilla (COL)

Crédito: AFP

Assim como Pékerman, é outro treinador de vasta experiência. Além disso, é um profundo conhecedor do futebol sul-americano e já trabalhou na Colômbia, no Paraguai, no Chile e no Uruguai, seu país-natal. Em sua oitava passagem pelo Junior Barranquilla, quase conseguiu levar o clube a uma conquista internacional, mas esbarrou no Atlético-PR na decisão na Copa Sul-Americana.

ALBERTO GAMERO
Colombiano
54 anos
Tolima (COL)

Crédito: Divulgação

Foi o grande nome do futebol colombiano em 2018. À frente do Tolima, conquistou o Torneio Apertura, disputado no primeiro semestre, e foi quem mais pontuou ao longo do ano. Adepto de um futebol ofensivo, daqueles que conquistam rapidamente os torcedores e críticos, Gamero tem dito à imprensa local que pretende trabalhar em breve no exterior. Quem sabe no Brasil…


Mais de Cidadãos do Mundo

Como dono do Chivas ajudou a alavancar carreira de ganhador do Oscar
Por onde andam 7 ex-jogadores do Atlético de Madri que ''sumiram''?
5 artilheiros do futebol sul-americano para seu clube contratar em 2019
7 ''loucuras'' para seu clube fazer no Mercado da Bola em 2019