Blog do Rafael Reis

7 personalidades do futebol que já falaram mal de Neymar

Rafael Reis

É difícil encontrar alguém que não tenha uma opinião sobre Neymar. Muita gente o ama e sempre faz questão de colocá-lo no grupo dos candidatos a melhor jogador do mundo. Mas também não são poucos os que não têm muita paciência para ele e aproveitam qualquer oportunidade para espinafrá-lo em público.

A Copa do Mundo mostrou bem como o camisa 10 atrai opiniões fortes. Antes da competição, era comum ler nas redes sociais algo como “ele é o cara que vai levar o Brasil à conquista do hexa”.

Durante e depois da competição, seu comportamento foi duramente e criticado e algumas “valorizadas” em entradas dadas por adversários viraram memes de repercussão global.

E as críticas a Neymar não são exclusividade de torcedores e jornalistas. Várias pessoas do mundo do futebol também já o atacaram. Apresentamos abaixo sete delas:

ERIC CANTONA

O polêmico francês, um dos maiores nomes da história do Manchester United, passou boa parte da última Copa com o artilharia mirada para Neymar. Ainda no início do Mundial, Cantona ironizou o cabelo descolorido do atacante e o comparou a “miojo”. Depois, quando o camisa 10 chorou no fim da partida contra a Costa Rica, classificou o ato como “lágrimas de crocodilo”.  Por fim, entrou na onda de sacanear o craque por supostamente valorizar demais as faltas que recebe. “Essa é minha nova mala. Eu a chamo de Neymar. Por causa da cor, mas principalmente por causa disso: você mal encosta e ela gira, e gira por horas. À propósito, Neymar, você é um grande jogador e um grande ator.”juan

JOEY BARTON

O ex-meio-campista, que já chegou a ser preso por espancar um adolescente e até apagou um charuto no olho de um companheiro de time, foi durante muito tempo o crítico “número 1” de Neymar. Barton vivia usando o Twitter para ironizar as atuações do brasileiro quando jogava pelo Barcelona, questionou o valor da transferência para O PSG e também chamou o atacante de “Justin Bieber” do futebol. Aposentado desde o ano passado e agora técnico na terceira divisão inglesa, o ex-jogador deixou Neymar um pouco de lado e amenizou nos últimos meses suas críticas ao astro.

JUANFRAN

O lateral direito do Atlético de Madri protagonizou vários encontros explosivos dentro de campo contra Neymar enquanto brasileiro defendia as cores do Barcelona. Fora das quatro linhas, o espanhol afirmou à rádio Cadena Ser que não “faria muitas das coisas” que o atacante faz para provocar seus adversários porque foi “criado em um ambiente diferente, com família e amigos diferentes”.

JORDAN AMAVI

O lateral esquerdo do Olympique de Marselha, um dos principais rivais do Paris Saint-Germain na França, é outro que não é muito chegado em Neymar. Em fevereiro, o jogador afirmou, logo após a grave lesão no pé sofrida pelo brasileiro, que o camisa 10 do PSG joga o tempo todo pedindo para sofrer faltas e levar pancadas dos seus adversários. “Todo mundo sabe que ele tem talento, mas [atuando assim] é um pouco mais fácil dele se jogar”, disse, ao jornal “L’Équipe”.

 

CHRISTOPHER DUGARRY

As mais duras críticas ao comportamento de Neymar no futebol francês vieram do ex-atacante, campeão da Copa-1998 com os “Bleus”. Em abril, ao comentar sobre o fato de o brasileiro não ter ido ao estádio acompanhar o jogo que consagrou o Paris Saint-Germain como campeão nacional, Dugarry disse à rádio RMC Sports: “Ele cospe no clube. Eu acho isso escandaloso. Eu não aguento mais esse tipo de jogador que olha apenas para o próprio umbigo. É o coletivo que ganha as partidas, jamais as individualidades. E a gente pensa que o PSG pode ganhar a Champions League com atitudes como essa.”

CASAGRANDRE

O ex-atacante e hoje comentarista da TV Globo é mais um crítico recorrente de Neymar.  No começo do brasileiro, Casão chamou o atacante de “mimado” e reclamou do seu individualismo. Durante a Copa, atacou o jogador por não ter dado entrevista após a eliminação para a Bélgica: “Falar via Instagram é fácil e pouco significa.” Já no amistoso contra El Salvador, na última terça, o ex-centroavante detonou Neymar por falta de seriedade e abuso nas firulas contra um adversário de nível técnico bastante inferior.

RENÉ SIMÕES

“Estamos criando um monstro”. A crítica mais conhecida já feita a Neymar nasceu em 2010 e até hoje é replicada em redes sociais quando o atacante faz algo digno de reprovação. O autor da frase foi René Simões, então técnico do Atlético-GO. Após uma partida contra o Santos, o treinador alegou ter sido ofendido pelo futuro astro, que estava ainda em sua segunda temporada como profissional e tinha 18 anos.


Mais de Cidadãos do Mundo

Salah pediu veto a autógrafos para jogar pelo Egito: verdade ou lenda?
7 estrangeiros famosos que hoje jogam em times de 2ª divisão
Quatro anos após acusação de ser gato, camaronês ''some'' na Lazio
Boliviano diz que inventou VAR, acusa Fifa de plágio e quer US$ 100 milhões