Blog do Rafael Reis

5 clubes que gastaram “como nunca” nesta janela de transferências

Rafael Reis

Nunca os clubes de futebol gastaram tanto em contratações quanto nesta temporada. Apesar de ainda termos mais duas semanas de janela de transferências nas maioria das principais ligas nacionais do planeta, o Mercado da Bola já movimentou 5,2 bilhões de euros (R$ 23 bilhões) na montagem dos times para 2018/19.

Para que essa marca fosse atingida, é óbvio que vários times investiram como nunca haviam feito antes. Casos como o do Tottenham, que não gastou sequer um centavo em reforços nesta temporada, são pontos fora da curva.

Apresentamos abaixo cinco clubes que não fizeram questão nenhuma de economizar e quebraram seus recordes particulares de gasto na atual janela de transferências. É bom prestarmos atenção neles ao longo dos próximos meses.

Afinal, no futebol, dinheiro pode sim trazer felicidade.

JUVENTUS (ITA)
GASTO NESTA JANELA: 256,9 milhões de euros
RECORDE ANTERIOR: 162,8 milhões de euros (2016/17)

Clube que mais gastou em contratações nesta janela de transferências, a Juventus superou em 57,8% seu recorde anterior de investimento em novos jogadores. Além de Cristiano Ronaldo, o reforço mais caro de sua história, o clube mais poderoso da Itália exerceu a opção de compra do brasileiro Douglas Costa (ex-Bayern de Munique) e acertou a chegada de mais seis caras novas. As principais, o goleiro Mattia Perin (ex-Genoa), o zagueiro Leonardo Bonucci (que retorna do Milan), o lateral direito português João Cancelo (ex-Valencia) e o meia alemão Emren Can (ex-Liverpool).

LIVERPOOL (ING)
GASTO NESTA JANELA: 182,2 milhões de euros
RECORDE ANTERIOR: 151,4 milhões de euros (2014/15)

O vice-campeonato da Liga dos Campeões na temporada passada incentivou os proprietários do Liverpool a abrirem a carteira como nunca haviam feito antes. O segundo time que mais gastou em reforços na atual janela realizou três contratações que superaram os 40 milhões de euros: os brasileiros Alisson (ex-Roma) e Fabinho (ex-Monaco), além do meia guineense Naby Keita (ex-RB Leipzig). A quarta e última novidade do elenco dos Reds é o meia-atacante Xherdan Shaqiri (ex-Stoke City), um dos destaques da Suíça na Copa do Mundo.

LEICESTER (ING)
GASTO NESTA JANELA: 114,6 milhões de euros
RECORDE ANTERIOR: 85,8 milhões de euros (2017/18)

O surpreendente campeão inglês da temporada 2015/16 resolveu investir pesado para tentar voltar a brigar na parte de cima da tabela da Premier League. O clube, que perdeu um dos seus principais jogadores, o meia-atacante argelino Riyad Mahrez, para o Manchester City, ultrapassou os 100 milhões de euros em reforços pela primeira vez na história. No total, o Leicester contratou sete jogadores. O maior destaque é o ala direito português Ricardo Pereira, que estava no Porto.

ROMA (ITA)
GASTO NESTA JANELA: 110 milhões de euros
RECORDE ANTERIOR: 98,6 milhões de euros (2016/17)

Assim como o Liverpool, encheu-se de ambição depois de uma campanha acima da média na última Champions e mergulhou fundo no Mercado da Bola. Mas a semifinalista da competição interclubes mais importante do planeta privilegiou a quantidade na hora de contratar nesta janela de transferências. A Roma fechou com nada menos do que 13 reforços. Apenas um deles, o meia argentino Javier Pastore (ex-PSG), custou mais de 20 milhões de euros.

FULHAM (ING)
GASTO NESTA JANELA: 109 milhões de euros
RECORDE ANTERIOR: 36 milhões de euros (2007/08)

De volta à primeira divisão inglesa depois de quatro temporadas consecutivas na Championship, o Fulham se tornou a grande surpresa desta janela de transferências. O clube de Londres, que nunca havia gasto nem 40 milhões de euros na montagem de uma equipe, ultrapassou a barreira dos 100 milhões de euros em reforços e contratou vários nomes conhecidos do mercado internacional, como o atacante alemão André Schürrle (ex-Borussia Dortmund), o goleiro espanhol Sergio Rico (ex-Sevilla) e o meia marfinense Jean Michaël Seri (ex-Nice), que já esteve na mira do Barcelona.


Mais de Clubes

– Em 10 anos, mais da metade dos brasileiros do Shakhtar chegou à seleção
– Mercado da Bola Internacional: quem chega e sai nos grandes europeus
– 7 clubes que contrataram o reforço mais caro da história nesta temporada
– Mercado da Bola movimenta R$ 20 bi; Campeonato Italiano quebra recorde