Blog do Rafael Reis

7 jogadores de olho na Copa que podem reforçar seu time no 2º semestre

Rafael Reis

Contratar um jogador que vai disputar a Copa do Mundo é um sonho distante para o seu clube de coração? Talvez isso não seja totalmente verdade.

Há muitos atletas que fazem parte das convocações de seleções que vão à Rússia-2018 que possuem nível técnico suficiente para atuar no futebol brasileiro e estão completamente dentro da realidade financeira dos times daqui.

Basta olhar para Uruguai, Argentina, Peru e Colômbia, países que normalmente fazem negócios com clubes brasileiros, para encontrar esses nomes carimbados e tentar abrir uma negociação para contratá-los.

Apresentamos abaixo sete jogadores convocados para os amistosos da Data Fifa deste mês, ou seja, que estão na lista de candidatos a uma vaguinha na Copa, que poderiam (ou podem) perfeitamente reforçar algum time brasileiro no segundo semestre.

NAHITAN NÁNDEZ
Meia
22 anos
Uruguai
Boca Juniors (ARG)

Os clubes brasileiros já deram mole no ano passado, quando não perceberam que Nández era o principal jogador do Peñarol na Libertadores e poderia se destacar jogando aqui. O Boca Juniors foi mais esperto e o levou para a Argentina. Tirar o meia, provável titular da seleção uruguaia na Copa-2018, de Buenos Aires não será uma tarefa fácil e certamente custará mais que os 3,4 milhões de euros (R$ 13,7 milhões) desembolsados pelo Boca. Mas, dadas a juventude, a inteligência tática e o senso de liderança de Nández, é um negócio que vale a pena.

YIMMI CHARÁ
Meia-atacante
26 anos
Colômbia
Junior Barranquilla (COL)

O baixinho de 1,62 m vive grande momento no Junior Barranquilla, time que defende desde o ano passado e que é adversário do Palmeiras na fase de grupos da Libertadores-2018. O sucesso pela ponta direita do time colombiano promoveu a volta de Chará ao elenco da seleção e o colocou na disputa por uma vaga na Copa do Mundo. Ex-Tolima, Atlético Nacional e Monterrey, o jogador já fez parte da lista de possíveis contratações de Palmeiras e Flamengo.

MAXI PEREIRA
Lateral direito
33 anos
Uruguai
Porto (POR)

Veterano de duas Copas do Mundo, atua no futebol português há mais de uma década e fez muito sucesso no Benfica antes de se transferir para o Porto, onde joga até hoje. Apesar de ter contrato até 2019, Maxi Pereira pode antecipar sua saída do Estádio do Dragão, já que passou boa parte desta temporada no banco de reservas. Caso saia do Porto, seu futuro mais provável é retornar para a América do Sul. Quem precisa de um lateral marcador e experiente já pode se candidatar…

FABRICIO BUSTOS
Lateral direito
21 anos
Argentina
Independiente (ARG)

Uma das principais revelações do futebol argentino no ano passado, foi destaque na conquista da Copa Sul-Americana pelo Independiente e passou a ser chamado por Jorge Sampaoli para a seleção principal. O futuro de Bustos certamente está no futebol europeu. Mas quem sabe ainda haja tempo para uma escala de seis meses ou um ano no Brasil antes de o lateral direito cruzar o Atlântico.

VICTOR CANTILLO
Meia
24 anos
Colômbia
Junior Barranquilla (COL)

Meio-campista com características mais defensivas do que ofensivas, recebeu sua primeira convocação para a seleção colombiana na semana passada e vai estrear nos amistosos contra Austrália e França. Cantillo foi contratado pelo Junior Barranquilla no segundo semestre do ano passado. Fez tanto sucesso na nova casa que já se tornou peça-chave para o meio-campo do clube e jogador de seleção. Por não ser muito conhecido, sua transferência também não seria das mais caras.

GUILLERMO VARELA
Lateral direito
24 anos
Uruguai
Peñarol (URU)

Vice-campeão mundial sub-20 pelo Uruguai em 2013, tem no currículo passagens por Manchester United, Real Madrid Castilla e Eintracht Frankfurt. Com dificuldades para emplacar uma carreira de alto nível na Europa, voltou ao Peñarol no segundo semestre do ano passado. O retorno deu tão certou que lhe rendeu um lugar na seleção adulta. Varela chegou a ter conversas avançadas com o Atlético-MG em dezembro/janeiro, mas, por enquanto, continua no Uruguai.

BETO DA SILVA
Atacante
21 anos
Peru
Argentinos Jrs. (ARG)

No caso do atacante da seleção peruana, jogar no Brasil é só uma questão de tempo. O jogador, que possui origem brasileira, fez parte do elenco do Grêmio na temporada passada e acabou emprestado ao Argentinos Juniors porque não tinha muito espaço com Renato Gaúcho. Pelo contrato selado com a equipe argentina, Beto da Silva será devolvido ao time gaúcho em janeiro. Isso se não surgir nenhum clube antes interessado em contratar o atacante.


Mais de Cidadãos do Mundo

Em temporada mais produtiva, Messi tem dado aulas de como ''enganar o tempo''
Por que astro do Napoli e da Bélgica é o jogador ''mais fofo'' do mundo?
De Zidane a Maradona: 7 campeões mundiais como jogador que viraram técnicos
Sensação da Roma esnobou Guardiola e move apostas de futuro melhor do mundo