Blog do Rafael Reis

5 brasileiros no exterior que já podem assinar com seu time para 2018

Rafael Reis

O Campeonato Brasileiro segue a pleno vapor e ainda faltam quase três meses para a definição de todos os campeões da temporada. Mesmo assim, os bons dirigentes já iniciaram o planejamento dos seus times para o próximo ano.

E eles não estão exagerando. Afinal, jogadores cujos contratos terminam em dezembro já podem assinar gratuitamente com um novo clube para defender a partir de janeiro de 2018.

Por isso, listamos abaixo cinco jogadores brasileiros que estão em fim de contrato no exterior e que já estão disponíveis para acertar um retorno ao futebol nacional na próxima temporada. Quem sabe seu clube seja o destino de algum deles?

KAKÁ
Meia-atacante
35 anos
Orlando City (EUA)

Último jogador brasileiro escolhido como melhor do mundo, o Bola de Ouro de 2007 está na reta final dos seus três anos e meio de contrato com o Orlando City e ainda não definiu sua permanência na MLS (Major League Soccer) para a próxima temporada. Caso deixe os EUA, Kaká tem como opções mais prováveis para o futuro de sua carreira o futebol chinês e o São Paulo, clube que o revelou e para onde o meia-atacante não faz questão nenhuma de esconder que gostaria de retornar.

RALF
Volante
33 anos
Beijing Guoan (CHN)

Campeão da Libertadores e bi brasileiro pelo Corinthians, o volante está na China desde o ano passado e ficará sem vínculo com o Beijing Guoan no encerramento da atual temporada. Apesar de ter sumido do radar da seleção brasileira, Ralf não está mal no Oriente e é titular absoluto da sua equipe. Se não quiser um salário astronômico para retornar ao Brasil, é uma boa opção para quem deseja um meio-campista forte na marcação e bastante experiente.

ALOÍSIO
Atacante
29 anos
Hebei Fortune (CHN)

Há quatro temporadas na China, o “Boi Bandido” construiu uma carreira sólida no Oriente e já marcou mais de 50 gols por lá. Aloísio vive sendo envolvido em especulações sobre um retorno ao futebol brasileiro, quase sempre para o São Paulo, último time que defendeu antes de migrar para a Ásia. Se não renovar contrato na China, é bem provável que reapareça em seu país natal no próximo ano.

MURIQUI
Meia-atacante
31 anos
Guangzhou Evergrande (CHN)

Um dos principais jogadores do futebol asiático na última década, com passagens por China, Qatar e Japão, teve um breve retorno ao Vasco no primeiro semestre deste ano antes de voltar para o Guangzhou Evergrande. Apesar do contrato curto com o atual hexacampeão chinês, são pequenas as chances de Muriqui jogar novamente no Brasil em 2018. A tendência é que permaneça por mais tempo no continente onde é ídolo.

EDÚ
Atacante
35 anos
Jeonbuk Hyundai (CDS)

Famoso pela passagem pelo futebol alemão, o ex-centroavante do Schalke 04 e do Mainz já marcou 11 gols no Campeonato Sul-Coreano e ocupa a quinta colocação na tabela de artilheiros. O veterano camisa 9 joga no exterior desde 2003, quando trocou o Crac (GO) pelo Bochum. Quem sabe não chegou a hora de retornar para casa? Edú dificilmente teria espaço em um clube grande do Brasil, mas pode ser reforço interessante para os times pequenos da primeira divisão ou para as equipes que disputam a Série B.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– Ganso e mais 4 brasileiros que ''renasceram'' na nova temporada europeia
– Champions pré-Copa tem aumento na presença brasileira e 70% da seleção
– Punido por fraudar jogos, brasileiro renasce ao lado de pedreiros e garçons
– Na Coreia do Sul, Lulinha diz ter mais medo do Brasil do que de Kim