Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Sucesso ou decepção? Os destinos de 7 crias do Corinthians no exterior

Rafael Reis

19/07/2017 04h30

Por onde anda aquele garoto que brilhou nas categorias de base do meu time e logo foi vendido para o exterior? Será que ele virou um jogador importante por lá? Ou será que se tornou apenas mais um dentre tantos brasileiros espalhados pelo Mundo da Bola?

É para responder perguntas como essas que o "Blog do Rafael Reis" irá mostrar ao longo das próximas cinco semanas os paradeiros das crias dos 12 maiores clubes do Brasil.

Para começar, localizamos sete jogadores formados no Corinthians, o maior campeão da história da Copa São Paulo, com dez conquistas. Na próxima sexta-feira, será a vez do Palmeiras.

MARQUINHOS
Zagueiro
23 anos
Paris Saint-Germain (FRA)

Negociado com a Roma quando tinha apenas 18 anos e mal havia estreado no profissional, Marquinhos rendeu "apenas" 8,7 milhões de euros (R$ 31,8 milhões) ao Corinthians. Cinco anos depois, é campeão olímpico, joga no Paris Saint-Germain, um dos maiores clubes do mundo, ocupa o posto de titular da seleção brasileiro e vale pelo menos 35 milhões de euros (R$ 127,8 milhões), de acordo com projeção do "Transfermarkt", site especializado no Mercado da Bola.

WILLIAN
Meia-atacante
28 anos
Chelsea (ING)

Uma das maiores vendas da história do Corinthians, foi negociado com o Shakhtar Donetsk em 2007 por 14 milhões de euros (R$ 51 milhões, na cotação atual). Willian construiu uma carreira de sucesso na Europa. Desde 2013 no Chelsea, já foi eleito o jogador do ano no clube e conquistou dois títulos ingleses. Mas o camisa 22 acabou a última temporada em baixa, encostado na reserva. O meia disputou a Copa do Mundo-2014 e é nome praticamente certo na lista de Tite para a Rússia-2018.

MALCOM
Meia-atacante
20 anos
Bordeaux (FRA)

Campeão brasileiro em 2015, saiu no desmanche corintiano logo após a conquista do título. Em um ano e meio no Bordeaux, disputou 58 partidas oficiais, marcou 11 gols, distribuiu oito assistências e chamou a atenção de vários clubes do primeiro escalão europeu. Malcom já foi especulado como reforço de Manchester United, Liverpool, Roma, Juventus, Inter de Milão e Porto.

DENTINHO
Meia-atacante
28 anos
Shakhtar Donetsk (UCR)

Revelação do Corinthians em um dos períodos mais conturbados de sua história (escândalo MSI e rebaixamento para a segunda divisão do Brasileiro), mudou-se para o Shakhtar em 2011 e nunca conseguiu se tornar um dos principais jogadores do time, tanto que chegou a ser emprestado para o Besiktas em 2013. Mesmo assim, já acumula três títulos ucranianos e renovou seu contrato até 2021.

LULINHA
Meia
27 anos
Pohang Steelers (CDS)

Companheiro de Dentinho no Corinthians do final da década passada, sofreu com o rótulo de craque que recebeu ainda nas categorias de base e nunca conseguiu se firmar no time adulto. Após rodar bastante pelo futebol brasileiro, encontrou a paz no Pohang Steelers, clube que defende desde o ano passado. Atualmente, é um dos principais destaques da K-League, o campeonato sul-coreano.

DODÔ
Lateral esquerdo
25 anos
Sampdoria (ITA)

Tratado como grande promessa nos tempos das categorias de base, disputou o Mundial sub-17 de 2009 e chegou a negociar com o Manchester United. Promovido em 2009 ao time adulto do Corinthians, não recebeu muitas oportunidades. Em 2012, transferiu-se gratuitamente para a Roma. Desde então, roda por clubes importantes da Itália, mas quase sempre como reserva e sem muito destaque. Neste ano, vai para sua terceira temporada pela Sampdoria.

MATHEUS PEREIRA
Meia
19 anos
Empoli (ITA)

O meia, que ficou marcado por errar uma cavadinha na disputa de pênaltis da decisão da Copa São Paulo de 2016, disputou apenas três jogos pelo time adulto do Corinthians antes de ser negociado com o futebol italiano, em julho do ano passado. Matheus Pereira passou um semestre no Empoli e outro na Juventus, mas pouco jogou. Foram apenas cinco minutos na primeira divisão, um jogo de Copa Itália e algumas partidas na base da Juve.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– Pato recupera fome de gol na China e tem melhor média em 10 anos
– 5 brasileiros sem contrato para seu time se reforçar no 2º semestre
– Denilson tirou recorde de Ronaldo e já foi jogador mais caro do mundo
– Já começou: os 10 brasileiros mais caros desta janela de transferências

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Blog do Rafael Reis