Blog do Rafael Reis

Conheça os reforços mais caros da história dos 20 maiores clubes da Europa

Rafael Reis

Paul Pogba lidera o ranking de contratação mais cara da história. Sua ida para Manchester United, no ano passado, custou 105 milhões de euros (R$ 395 milhões). Gareth Bale e Neymar não custaram tanto quanto o meia francês, mas são os reforços mais caros já adquiridos por Real Madrid e Barcelona, respectivamente.

Esses recordes do Mercado da Bola são bem conhecidos. Mas você sabe qual foi a maior transferência da história do Bayern de Munique? E a do Atlético de Madri? Algum palpite sobre quem é o maior reforço que já fechou com o Borussia Dortmund?

Foi pensando nisso que o “Blog do Rafael Reis” preparou uma lista com a contratação mais cara já realizada por cada um dos 20 clubes mais bem classificados no ranking da Uefa, o mesmo que define os potes do sorteio dos grupos da Liga dos Campeões da Europa.

Alguma informações desse levantamento chamam a atenção.

Para começar, Neymar não é o único brasileiro que detém o posto de maior contratação de um clube do primeiro escalão do futebol europeu.

Dois dos seus companheiros de seleção na última Copa do Mundo também ostentam essa marca: Hulk, hoje no futebol chinês, lidera o ranking de transferências do Zenit São Petesburgo, e Bernard é o reforço mais caro já anunciado pelo Shakhtar Donetsk, clube onde está até hoje.

Outra curiosidade da lista é que Gonzalo Higuaín aparece no topo das maiores contratações de dois clubes diferentes. Em 2013, o centroavante argentino quebrou o recorde do Napoli. Três anos depois, virou a transferência mais cara da Juventus.

Por fim, dois dos 20 clubes mais fortes da Europa realizaram já nesta janela de transferências a maior transação de suas histórias.

O Bayern de Munique quebrou seu recorde particular ao pagar 41,5 milhões de euros (R$ 156 milhões) pelo meia francês Corentin Tolisso, que estava no Lyon. Já o Porto igualou sua maior marca de todos os tempos ao exercer a opção de compra do meia Óliver Torres, que estava emprestado ao clube, e pagar 20 milhões de euros ao Atlético de Madrid pelo jogador espanhol.

Confira a lista logo abaixo:

O REFORÇO MAIS CARO DA HISTÓRIA DOS 20 MAIORES CLUBES DA EUROPA

MANCHESTER UNITED (ING) – Paul Pogba (FRA, 2016) – 105 milhões de euros
REAL MADRID (ESP) – Gareth Bale (GAL, 2013) – 101 milhões
JUVENTUS (ITA) – Gonzalo Higuaín (ARG, 2016) – 90 milhões
BARCELONA (ESP) – Neymar (BRA, 2013) – 88,2 milhões
MANCHESTER CITY (ING) – Kevin de Bruyne (BEL, 2015) – 74 milhões
PARIS SAINT-GERMAIN (FRA) – Edinson Cavani (URU, 2013) – 64,5 milhões
CHELSEA (ING) – Fernando Torres (ESP, 2010) – 58,5 milhões
ARSENAL (ING) – Mesut Özil (ALE, 2013) – 47 milhões
BAYERN DE MUNIQUE (ALE) – Corentin Tolisso (FRA, 2017) – 41,5 milhões
ATLÉTICO DE MADRI (ESP) – Radamel Falcao García (COL, 2011) – 40 milhões
ZENIT (RUS) – Hulk (BRA, 2012) e Axel Witsel (BEL, 2012) – 40 milhões
NAPOLI (ITA) – Gonzalo Higuaín (ARG, 2013) – 39 milhões
TOTTENHAM (ING) – Moussa Sissoko (FRA, 2016) – 35 milhões
BORUSSIA DORTMUND (ALE) – André Schürrle (ALE, 2016) – 30 milhões
SHAKHTAR DONETSK (UCR) – Bernard (BRA, 2013) – 25 milhões
SCHALKE 04 (ALE) – Breel Embolo (SUI, 2016) – 22,5 milhões
BENFICA (POR) – Raúl Jiménez (MEX, 2015) – 22 milhões
PORTO (POR) – Óliver Torres (ESP, 2017) e Giannelli Imbula (FRA, 2015) – 20 milhões
BAYER LEVERKUSEN (ALE) – Kevin Volland (ALE, 2016) – 20 milhões
SEVILLA (ESP) – Franco Vázquez (ITA, 2016) e Álvaro Negredo (ESP, 2009) – 15 milhões

Fonte: Transfermarkt


Mais de Cidadãos do Mundo

Por onde andam os jogadores da estreia de Cristiano Ronaldo no Real?
Chicharito jogou no Brasil com 16 anos e negociou ida para o Inter
Goleiro da Nova Zelândia chegou a trocar futebol por carreira como modelo
Dybala lidera ranking de valorização de mercado; G. Jesus é o 1º brasileiro