Blog do Rafael Reis

Goleiro da Nova Zelândia chegou a trocar futebol por carreira como modelo

Rafael Reis

Quem é o muso da Copa das Confederações? Cristiano Ronaldo? Alexis Sánchez? André Silva? Marc-André ter Stegen?

O principal candidato ao posto, no entanto, não é dos jogadores mais conhecidos desta edição. E passou as duas primeiras rodadas da competição bem escondido, sentado discretamente no banco de reservas.

Terceira opção do gol da Nova Zelândia, Tamati Williams tem hoje 33 anos, joga no RKC Waalwijk, da segunda divisão holandesa e conseguiu construir uma carreira consolidada no futebol. Mas, tempos atrás, chegou a largar o esporte para viver da sua beleza.

Em 2007, quando defendia o Auckland City, atualmente o time mais poderoso do futebol da Oceania, o arqueiro decidiu tirar um período sabático no futebol para trabalhar como modelo.

Williams desfilou e fez ensaios fotográficos para marcas importantes do mundo da moda, como Calvin Klein e Esprit, e chegou a participar de um episódio do reality show “America’s Next Top Model”.

O goleiro trabalhou como modelo em cinco países diferentes: Austrália, Estados Unidos, França e Itália, além, é claro, da Nova Zelândia.

Atualmente, a moda ficou em segundo plano. O neozelandês ainda faz ensaios eventuais como modelo. Mas o futebol voltou a ser sua prioridade. Ou melhor, uma de suas prioridades.

Williams é um apaixonado por natureza e aproveita o tempo livre para estudar sobre o tema. E ele leva a sério essa atividade, tanto que é pós-graduado em zoologia e conservação biológica.

Na seleção, a história do goleiro não rende tantos holofotes quanto os que iluminaram seu caminho na moda. O camisa 23 disputou apenas uma partida com a camisa dos “All Whites”. E foram somente três minutos de um amistoso contra a África do Sul, em 2014.

No restante do tempo, Williams ficou bem escondido, sentado discretamente no banco de reservas, à espera de uma oportunidade de provar que não é só mais um rostinho bonito na seleção da Nova Zelândia.


Mais de Cidadãos do Mundo

Dybala lidera ranking de valorização de mercado; G. Jesus é o 1º brasileiro
Por onde andam campeões da C. das Confederações pré-domínio do Brasil?
7 estrangeiros que estão na Europa para reforçar seu time no Brasileiro
Sonho de ter Cristiano Ronaldo transforma estrelas em ''moedas de troca''