Topo
Blog do Rafael Reis

Blog do Rafael Reis

Torcedores: Leicester desde 2012, Welton odeia ser chamado de "modinha"

Rafael Reis

2020-03-20T16:07:50

20/03/2016 07h50

"Modinha". Essa gíria, muito utilizada por adolescentes para descrever torcedores que acabaram de adotar times de futebol que estão em alta ou novos fãs de bandas que recém-descobertas pelo mainstream, tira o sono do estudante de fisioterapia Welton Fernandes, 22.

Afinal, todos que o veem com a camisa azul do Leicester andando pelas ruas de Fortaleza ou derramando juras de amor aos "Foxes" nas redes sociais acham que ele aderiu à onda de simpatia coletiva do clube pequeno e de elenco modesto que está prestes a fazer história e ser campeão inglês.

Mas Welton é Leicester das antigas. Tudo bem que 2012, o ano em que se apaixonou pelo clube, não faz tanto tempo assim. Mas era a época em que o time estava na segunda divisão, não tinha ideia de quem eram Mahrez e Kanté e jamais pensava que um dia poderia brigar pelo título da Premier League.

"Fico incomodado quando me chamam de modinha. Já vivi bastante o Leicester desde que o conheci em um game. Vi o time ser campeão da Championship [segundona, em 2014], quase ser rebaixado de novo e agora estamos nessa alegria", afirma.

"Mas quem vem mais me xingar de modinha é aquele torcedor do Arsenal, do Liverpool. Acho que é porque os times deles não conseguem conquistar tantos torcedores quanto o nosso", provoca.

E Welton é a pessoa mais apropriada para analisar a expansão no número dos fãs do Leicester no Brasil. Afinal, ele é a cara do clube no país e o administrador dos principais grupos do líder do Inglês nas redes sociais.

"Cara, no começo, ninguém conhecia o time. Eu mostrava fotos do estádio, do time, para ver se alguém gostava. Mas, agora, todo dia novos torcedores do clube me procuram. Tínhamos cinco membros no nosso grupo do Whatsapp. Agora, são 100. Onde vou com a camisa, todo mundo me parar e quer saber do Leicester."

Mas esses novos torcedores dos quais Welton tanto se orgulha não seriam "modinhas" entusiasmados pelo frenesi e ar de novidade que envolve o clube?

"Não tem problema. Estamos de braços abertos para atrair cada vez mais 'modinhas'. A maioria começa assim, mas alguns deles vão continuar acompanhando nosso time no futuro", completa.


A seção "Torcedores" é publicada semanalmente e traz histórias de brasileiros que torcem para clubes de outros países. Se você é apaixonado por um time estrangeiro e quer ter seu caso publicado, escreva para rafaelmdosreis@gmail.com

Sobre o Autor

Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina e mestre em comunicação pela Fundação Cásper Líbero, foi repórter da Folha de S. Paulo por nove anos e mantém um blog sobre futebol internacional no UOL desde 2015.

Sobre o Blog

Este espaço conta as histórias dos jogadores que fazem do futebol uma paixão mundial. Não só dos grandes astros, mas também dos operários normalmente desconhecidos pelo público.

Mais Blog do Rafael Reis