Blog do Rafael Reis

Brasileiros na China somam 290 partidas e 53 gols pela seleção

Rafael Reis

O Campeonato Chinês começa nesta sexta-feira, com a participação de 24 jogadores brasileiros que, somados, acumulam 290 partidas e 53 gols pela seleção pentacampeã mundial.

São 11 atletas que já vestiram a camisa amarelinha em partidas oficiais com a seleção adulta espalhados pela primeira divisão do país mais populoso do mundo: Ramires, Hulk, Oscar, Paulinho, Alexandre Pato, Hernanes, Renato Augusto, Diego Tardelli, Gil, Ralf e Ricardo Goulart.

Desses, cinco disputaram a última Copa do Mundo (Ramires, Hulk, Oscar, Paulinho e Hernanes) e três têm frequentado praticamente todas as convocações feitas pelo técnico Tite: Paulinho, Gil e Renato Augusto.

Além dos atletas com passagem pela seleção adulta, o futebol chinês conta nesta temporada com alguns jogadores que se destacaram pelo Brasil nas categorias de base, mas que ainda não estrearam pela equipe principal.

São os casos, por exemplo, de Alex Teixeira e Alan Kardec, vice-campeões mundiais sub-20 em 2009.

Entre os atletas brasileiros que disputarão a nova temporada da Superliga Chinesa, o mais experiente em seleção é Ramires. O meia do Jiangsu Suning, que chegou à Ásia no segundo semestre do ano passado, tem 52 partidas no currículo com a amarelinha.

Já o posto de maior artilheiro pertence a Oscar. Ex-companheiro de Ramires no Chelsea, o meia do Shanghai SIPG já marcou 12 vezes pela seleção.

O jogador de 25 anos, aliás, é uma das maiores novidades desta edição do Chinês. Contratado em janeiro, Oscar é o reforço mais caro da história do futebol asiático: 60 milhões de euros (R$ 196,5 milhões).

No total, os clubes chineses gastaram 93,1 milhões (R$ 305 milhões) na contratação de brasileiros para a nova temporada. Em relação ao ano anterior, o número de representantes do futebol brazuca na competição teve um ligeiro aumento.

A temporada anterior da Superliga começou com 22 atletas brasileiros, presentes em 11 dos 16 clubes da primeira divisão. Agora, são dois jogadores a mais, mas seis times não contam com nenhum brasileiro.

Entre os estrangeiros nascidos em outros países, a maior novidade do Chinês-2017 é Carlitos Tevez. O argentino de 33 anos trocou o Boca Juniors, seu clube de coração, pelo Shanghai Shenhua. O meia Axel Witsel, titular da Bélgica e agora jogador do Tianjin Quanjian, é outra cara nova importante da competição.

O Campeonato Chinês começa nesta sexta-feira, com a partida entre Guizhou Zhicheng e Liaoning Whowin.  O Guangzhou Evergrande, time dirigido por Luiz Felipe Scolari, é o atual hexacampeão.


Mais de Brasileiros pelo Mundo

– ''Futuro goleiro da seleção'', ex-Santos só jogou uma vez nos últimos 2 anos
– Herói santista e ''nômade'' são os únicos brasileiros artilheiros na Europa
5 brasileiros desempregados no exterior para seu time repatriar
– Napoli usa até drone para tentar eliminar Real da Champions